Economia

Reajuste de servidores do GDF: terceira parcela será paga nesta terça (3/5)

Ao todo, serão contempladas 31 das 43 carreiras do funcionalismo público — são cerca de 150 mil servidores beneficiados com a medida

Correio Braziliense
postado em 02/05/2022 10:37 / atualizado em 02/05/2022 12:27
 (crédito: ED ALVES/CB/D.A.Press)
(crédito: ED ALVES/CB/D.A.Press)

A terceira parcela do reajuste salarial do funcionalismo público do Distrito Federal será depositada nesta terça-feira (3/5), de acordo com a Secretaria de Economia. Ao todo, serão contempladas 31 das 43 carreiras do funcionalismo público — são cerca de 150 mil servidores beneficiados com a medida.

As categorias contempladas com a terceira parcela podem consultar os valores que irão receber. Para isso, um sistema foi desenvolvido, no qual o beneficiado poderá ter uma ideia de quanto o reajuste impactará no seu contracheque. Os aumentos variam entre 5% e 22,2%, dependendo da carreira. O sistema foi criado pela Secretaria de Economia e está disponível no Portal do Servidor.

O login e a senha para acesso são os mesmos utilizados para verificar o contracheque. Caso o servidor não lembre de sua senha, é possível pedir a recuperação pelo portal, se o e-mail estiver atualizado no Sistema Único de Gestão de Recursos Humanos. Caso o e-mail não esteja atualizado, o servidor deve procurar a unidade de gestão de pessoas do seu órgão.

Espera de sete anos

Em 2015, o então governador do DF, Agnelo Queiroz (PT), anunciou um reajuste do salário dos servidores públicos. Agnelo concedeu dois reajustes anuais dos três aprovados por lei, de sua iniciativa, que passaram pela Câmara Legislativa do DF. A terceira parcela deveria ter sido paga por Rodrigo Rollemberg (PSB), que assumiu o GDF em 2015, e alegou falta de recursos para honrar a terceira parcela. Ibaneis Rocha (MDB) assumiu em 2019 e também disse que faltava dinheiro para realizar o pagamento em um primeiro momento. Porém o pagamento da terceira parte do reajuste ao funcionalismo local era uma promessa de campanha do atual governador.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE