Tragédias

Acidentes graves marcam a noite de quinta-feira (5/5) no DF

No acidente mais grave, um motociclista morreu após bater de frente com um carro, na DF-001, próximo ao balão de acesso à Ponte JK

Correio Braziliense
postado em 06/05/2022 14:57
Motociclista teria caído antes de bater de frente com um carro. Ele não resistiu e morreu no local -  (crédito: Divulgação/CBMDF)
Motociclista teria caído antes de bater de frente com um carro. Ele não resistiu e morreu no local - (crédito: Divulgação/CBMDF)

Dois acidentes de grande proporção marcaram a noite dessa quinta-feira (5/5) no Distrito Federal. O mais grave aconteceu na DF-001, próximo ao balão de acesso à Ponte JK, onde um carro e uma moto bateram de frente. O motociclista, 19 anos, morreu no local, de acordo com o Corpo de Bombeiros do DF (CBMDF).

Ainda segundo informações da corporação, a motorista do outro veículo envolvido no acidente, 35, não se feriu e relatou que o motociclista teria caído da moto antes da batida. A equipe de socorro dos Bombeiros realizou os procedimentos de reanimação na vítima, que apresentava parada cardiorrespiratória, por cerca de 50 minutos, mas ela não resistiu e morreu no local.

Ejetado do carro

O segundo acidente da noite de quinta-feira (5/5) aconteceu na L4 Sul, próximo à Unieuro, no sentido Guará. De acordo com o CBMDF, um carro que estava ocupado por um jovem de 19 anos saiu da pista e atingiu uma árvore.

Jovem de 19 anos foi ejetado do carro depois de bater em uma árvore, na L4 Sul.
Jovem de 19 anos foi ejetado do carro depois de bater em uma árvore, na L4 Sul. (foto: Divulgação/CBMDF)

A corporação informou que o motorista teria perdido o controle da direção antes de sair da via. Ainda segundo os Bombeiros, a força do impacto fez com que o jovem que guiava o veículo fosse jogado para fora do carro. A vítima também apresentava parada cardiorrespiratória e o procedimento de reanimação levou cerca de 40 minutos.

O jovem estava inconsciente durante o atendimento e foi levado pelo CBMDF ao Instituto Hospital de Base de Brasília (IHBB), apresentando traumatismo craniano grave — com sangramento abundante — fratura nos membros superiores e escoriações pelo corpo.

*Com informações do Corpo de Bombeiros do DF

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE