capacitação

Curso EmpreteSER vai orientar mulheres negras para o mercado de trabalho

Evento ocorrerá das 8h30 às 13h na Universidade Católica de Brasília, campus de Ceilândia. Mulheres pretas e pardas de 16 a 24 anos estão convidadas a se inscrever

Correio Braziliense
postado em 11/05/2022 17:19 / atualizado em 11/05/2022 20:39
Curso promovido pelo Grupo Mulheres do Brasil terá quase cinco horas de duração -  (crédito: Instagram/Reprodução)
Curso promovido pelo Grupo Mulheres do Brasil terá quase cinco horas de duração - (crédito: Instagram/Reprodução)

Neste sábado (14/5), o curso EmpreteSER será ministrado para meninas e mulheres negras com o objetivo de orientá-las a buscarem melhores oportunidades de emprego. O evento, de mesmo nome, será presencial e gratuito, e é organizado pelo Grupo Mulheres do Brasil — Núcleo Brasília. O curso foi organizado  por meio do Comitê de Igualdade Racial e ocorrerá das 8h30 às 13h, na Universidade Católica de Brasília, campus de Ceilândia, onde ficava a antiga Escola Salesiana Brasília (Cesam). Se você for uma mulher negra e tiver entre 16 e 24 anos, pode se inscrever neste link.

A delegada Cyntia Cristina de Carvalho, da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial da Polícia Civil do Distrito Federal (Decrin), será uma das convidadas a falar no evento. Entre os temas abordados estão Consciência e Identidade Negra, Mulher Negra no Mercado Corporativo, Planejamento da Carreira Profissional, Uso Estratégico das Redes Sociais e Construção da Autoestima. As participantes ainda irão receber dicas sobre a formação da autoimagem e orientações sobre como se proteger do racismo.

“O evento será uma oportunidade valiosa para as meninas e jovens negras conversarem sobre negritude; como o racismo se reproduz; os desafios do 1º emprego ou recolocação profissional, além de dicas sobre estilo, maquiagem e cabelo”, diz Ana Maria Prates Barroso, do Comitê de Igualdade Racial do grupo.

A Universidade Católica de Brasília (UCB), a Decrin e a Subsecretaria de Igualdade Racial do Distrito Federal (Sejus) são parceiras do evento.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE