Saúde

Mutirão contra dengue em Brazlândia alerta comunidade sobre cuidados contra o mosquito

Ação realizada neste sábado (03/02) teve como objetivo eliminar os focos do mosquito e conscientizar a comunidade local acerca das medidas de prevenção

GDF mobiliza equipes para operação de combate ao mosquito Aedes aegypti em Brazlândia -  (crédito: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília)
GDF mobiliza equipes para operação de combate ao mosquito Aedes aegypti em Brazlândia - (crédito: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília)
postado em 03/02/2024 16:35

Uma operação para combater o mosquito da dengue foi montada na manhã deste sábado (3/2) em Brazlândia. A ação começou às 7h e foi realizada por equipes da Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde (SES-DF), do Serviço de Limpeza Urbano, do Corpo de Bombeiros e de outros órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF). A quarta edição da força-tarefa “Combate à Dengue” teve como objetivo eliminar focos do Aedes aegypti — inseto transmissor da doença — e conscientizar a comunidade com  medidas de prevenção.

De acordo com a SES, o trabalho, que durou toda a manhã, reuniu mais de 300 pessoas e percorreu ruas da região administrativa e de comunidades próximas, como o Setor Veredas, Vila São José e o distrito de Vendinha, no município de Padre Bernardo (Goiás). Órgãos de governo também auxiliaram na limpeza de terrenos sujos e no recolhimento de lixo descartado irregularmente.

A vice-governadora Celina Leão acompanhou as atividades e reforçou que o GDF tem adotado diversas iniciativas para conter a epidemia de dengue que ultrapassa 45 mil casos notificados no Distrito Federal apenas no início deste ano.

“As ações são inúmeras. Nós temos, hoje, 40% das nossas Unidades de Saúde Básica tipo II no atendimento voltado à dengue. Temos tendas em várias regiões administrativas e agora um hospital (de campanha) da Aeronáutica. Então, são várias ações acontecendo ao mesmo tempo com a (Secretaria de) Saúde toda mobilizada”, disse Celina.

Até o momento, seguem confirmadas seis mortes causadas pela doença em Brasília. Outros 24 óbitos estão sob em investigação para checar se têm relação com a dengue. O administrador de Brazlândia, Marcelo Gonçalves da Cunha, ressaltou a importância de os moradores tomarem providências contra fontes de água parada não apenas nas casas dos vizinhos.

“É muito importante pra gente alertar a nossa comunidade que é um momento para se cuidar, porque às vezes você imagina que o foco está fora da sua casa, mas, na verdade, está na sua (prórpria) residência. Então, vamos olhar os vasos de plantas, as calhas e tudo mais o que acumula água”, pediu Cunha.

As próximas regiões administrativas a receberem a operação de combate ao mosquito da dengue são Vicente Pires e 26 de Setembro, em Taguatinga.

*Com informações da Agência Brasília

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação