Pedido de ajuda

Após ser expulso de casa com recém-nascido, homem pede emprego no DF

Ailton Santos tem experiência como ajudante de obras, auxiliar de serviços gerais, porteiro e auxiliar de jardinagem

Ailton precisou morar na calçada da casa, ao lado da esposa grávida de nove meses e do filho de dois anos -  (crédito: Arquivo pessoal)
Ailton precisou morar na calçada da casa, ao lado da esposa grávida de nove meses e do filho de dois anos - (crédito: Arquivo pessoal)
postado em 28/02/2024 12:57 / atualizado em 01/03/2024 17:04

Após ficar desempregado por três meses, um morador do Gama foi expulso da residência em que morava por não conseguir pagar o aluguel. Ele precisou ir morar na calçada da casa, ao lado da esposa, na época grávida de nove meses, e do filho de dois anos. 

Diante da situação, Ailton Santos, de 25 anos, recorreu às ruas do Distrito Federal em busca de um emprego. Sabendo das dificuldades do casal, uma pessoa resolveu acolhê-los provisoriamente. 

Nesse meio tempo, Valesca Vicente, de 18 anos, deu à luz o segundo filho do casal, no hospital do Gama. Desesperado com a situação, Ailton fez um apelo para conseguir um emprego. "É muito complicado ver o seu filho pedir um biscoito ou um pão, e não poder dar", diz. 

Ailton tem experiência nas áreas de ajudante de obras, auxiliar de serviços gerais, porteiro e auxiliar de jardinagem. 

O casal também pedia ajuda para comprar itens básicos para o novo filho da família, como fralda, lenço umedecido e roupas. Os interessados em ajudar podem entrar em contato com ele no número 61 99243-7312.

Atualização em 1º/3/2024: dias após a publicação desta matéria Ailton optou por se mudar para a Bahia com a família.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação