Estupro de vulnerável

Professor do DF é preso por oferecer drogas, bebidas e estuprar alunos

O homem, que também é advogado, foi preso no escritório dele em Brazlândia. Investigações começaram após a denúncia formalizada por pais de alunos

Homem foi preso no escritório de advocacia -  (crédito: PCDF/Divulgação)
Homem foi preso no escritório de advocacia - (crédito: PCDF/Divulgação)
postado em 12/04/2024 15:48 / atualizado em 12/04/2024 16:07

Um professor e também advogado foi preso pela Polícia Civil (PCDF) nesta sexta-feira (12/4). Ele é acusado de assediar e cometer estupro de estudantes menores de idade de uma escola pública de Brazlândia. Nesta manhã, os investigadores da 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia) cumpriram mandados de prisão e de busca e apreensão.

A operação foi acompanhada pelas equipes da Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF), uma vez que o docente também exerce a advocacia. As investigações começaram após uma série de denúncias formalizadas por pais dos alunos. De acordo com a apuração policial, o professor patrocinava o consumo de bebidas alcoólicas e outras drogas ilícitas aos adolescentes e, após os alunos estarem completamente entorpecidos, cometia os abusos sexuais.

Nos depoimentos, os alunos narraram que o homem cometia assédios sexuais em sala de aula, chegando até mesmo a oferecer dinheiro para ter relações sexuais com os adolescentes. Ele foi preso no próprio escritório de advocacia, localizado no centro de Brazlândia.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Educação e aguarda retorno.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação