Sistema carcerário

Segundo preso que fugiu da Papuda é recapturado em Ceilândia

Outro detento que fugiu com ele, Alex Basti da Câmara Mendes, 24, foi encontrado na quarta-feira (10/4)

Preso estava em Ceilândia -  (crédito: Material cedido ao Correio)
Preso estava em Ceilândia - (crédito: Material cedido ao Correio)
postado em 12/04/2024 16:58

Edson Felipe de Souza Campos, 21 anos, o segundo preso que fugiu do Complexo Penitenciário da Papuda, foi recapturado na tarde desta sexta-feira (12/4) pelos policiais penais da Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (Dpoe). O outro detento que havia se evadido junto a ele, Alex Basti da Câmara Mendes, 24, foi encontrado na quarta-feira (10/4).

Assim como Alex, Edson também estava em uma rua de Ceilândia, quando foi localizado pela polícia. Com essa recaptura, os dois estão novamente presos e poderão perder o benefício de saída para o trabalho extramuros, informou a Secretaria de Administração Penitenciária (Seape-DF). 

Fuga

Edson e Alex se evadiram do Complexo na manhã de quarta-feira (10/4). Os dois detentos do regime semiaberto são lotados no Centro de Internamento e Reeducação (CIR) e podiam sair para trabalhar sem escolta na Fazenda da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap), no período diurno, e voltar para a carceragem à noite, informou a Secretaria de Administração Penitenciária (Seape). Os presos eram remunerados e, a cada três dias trabalhados, tinham a redução de um dia a menos na pena.

Em 19 de março, Arlan Cotrim dos Santos também se evadiu durante o trabalho externo. O detento era classificado para trabalhar internamente no presídio e aproveitou do benefício para fugir. Lotado no Centro de Detenção Provisória I (CDP 1), Arlan estava em processo de transferência para o regime fechado e seria deslocado para outra penitenciária do Complexo no mesmo dia.

Arlan participou, em 2021, de um roubo de 30 porcos e 18 cabras em uma chácara de Brazlândia. Na ocasião, Arlan e um comparsa invadiram uma chácara localizada no Poço Azul e roubaram, além dos animais, um triturador, oito baterias para carro, sete pares de autofalantes, um celular e uma televisão.

Qualquer informação que leve ao foragido deve ser encaminhada ao Disque Denúncia da Polícia Penal (61 99666-6000), da Polícia Militar do DF, pelo número 190, ou da Polícia Civil, pelo número 197.

 

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação