ESTUPRO

Menina de 15 anos é estuprada pelo próprio irmão em São Sebastião

A moça foi buscada na escola pelos conselheiros tutelares e alguns bombeiros e, sem condições de prestar depoimento, foi conduzida até o hospital

Uma menina de 15 anos relatou um estupro praticado pelo seu irmão de 21 anos -  (crédito: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
Uma menina de 15 anos relatou um estupro praticado pelo seu irmão de 21 anos - (crédito: Fernando Lopes/CB/D.A Press)

Uma menina de 15 anos relatou um estupro praticado pelo próprio irmão de 21 anos, nessa terça-feira (23/4), em São Sebastião. O fato ocorreu após a vítima prestar depoimento a polícia e o autor ser encontrado em uma Chácara de difícil acesso, na região administrativa onde ocorreu o crime. Ele foi conduzido a 6°DP onde negou ter praticado o crime.

Os policiais atenderam a ocorrência no Hospital Regional do Paranoá. A moça foi buscada na escola pelos conselheiros tutelares e alguns bombeiros e, sem condições de prestar depoimento, foi conduzida até o hospital. Na instituição de saúde, ela se mostrou bastante abalada e com sinais de violência sexual, segundo os médicos.

A jovem relatou que seu irmão também forçou a outra irmã e uma prima a pegar em suas partes íntimas. O caso foi investigado pela Polícia Civil que se locomoveu até a mãe das vítimas e do autor.

Ela se tornou investigada pela polícia por tentar acobertar a culpabilidade do filho. Entretanto, com a insistência da equipe de policiais, a mulher os conduziu até onde o rapaz estava, em uma chácara difícil acesso, no Capão Cumprido, em São Sebastião. O suspeito foi conduzido para a 6ª DP, onde negou o estupro. Se condenado, ele pode pegar de 8 a 15 anos de pena por estupro vulnerável. 

 *Estagiário sob a supervisão de Márcia Machado

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

postado em 24/04/2024 17:40 / atualizado em 24/04/2024 17:40
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação