Sistema carcerário

Saidão: 22 presos não retornam para presídios e são considerados foragidos

No total, a Justiça liberou 1.725 detentos do Complexo Penitenciário da Papuda, do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) e da Penitenciária Feminina do DF para o Dia das Mães comemorado nesse domingo (13/5) e deveriam retornar na segunda (14/5)

Mil e oitocentos presos foram liberados para o feriado -  (crédito: Divulgação)
Mil e oitocentos presos foram liberados para o feriado - (crédito: Divulgação)

Vinte e dois presidiários do Distrito Federal estão foragidos após não retornarem da quarta saída temporária. Os presos foram liberados na quinta-feira (9/5) e deveriam retornar nessa segunda-feira (13/5). 

No total, a Justiça liberou 1.725 detentos do Complexo Penitenciário da Papuda, do Centro de Progressão Penitenciária (CPP). Desse total, 49 foram mulheres lotadas na Penitenciária Feminina do DF. A saída  temporária é prevista pela Portaria nº 01/2024 da Vara de Execuções Penais (VEP/DF) e contempla custodiados que cumprem pena no regime semiaberto e que têm autorização de trabalho externo ou saídas temporárias.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seape-DF), o quantitativo de presos que não retornaram representa 1,27 % do total liberado. Os detentos são, portanto, considerados foragidos e poderão perder o direito ao regime semiaberto. Ainda de acordo com a Seape, seis reeducandos se envolveram em ocorrências policiais durante o saidão. 

Qualquer pessoa pode fornecer informações anonimamente sobre custodiados pelo telefone (61) 9 9666-6000 (Polícia Penal do DF).

 

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

postado em 14/05/2024 22:11
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação