Cinema

Festival de Cannes anuncia edição especial e presencial em outubro

Com adaptações na programação, o Festival de Cannes ganha edição especial entre 27 e 29 de outubro

Correio Braziliense
postado em 28/09/2020 19:44 / atualizado em 28/09/2020 19:51
No ano passado, o longa-metragem nacional 'A vida invisível' foi premiado em Cannes -  (crédito: Loic Venance/AFP)
No ano passado, o longa-metragem nacional 'A vida invisível' foi premiado em Cannes - (crédito: Loic Venance/AFP)

Um do mais prestigiados e famosos festivais de cinema do mundo, o Festival de Cannes optou por não realizar o evento em formato tradicional. Este ano o evento será adaptado para uma edição especial que será realizada entre 27 e 29 de outubro. O 2020 Special Cannes, como foi intitulado, será realizado no auditório Louis Lumière, no Palácio dos Festivais, na França.

Serão exibidos quatro longas e todos os curtas-metragens selecionados para a mostra competitiva deste ano, que seria realizada em maio. As quatro produções que integram a programação da edição especial são Un triomphe, de Emmanuel Courcol e Kad Merad, Les deux Alfred, de Bruno Podalydès, True mothers, de Naomi Kawase, e Beginning, de Déa Kulumbegashvili.

Nenhum filme brasileiro integra a programação especial. Contudo, em junho, quando confirmaram o cancelamento da cerimônia, a Academia divulgou 56 filmes selecionados para receber o selo oficial do evento. O filme Casa de antiguidade, de João Paulo Miranda, foi a única produção nacional a integrar a seleção. A produção narra a vida de um operário negro em uma cidade fictícia de colonização austríaca no Brasil.

No ano passado, os filmes Bacurau e A vida invisível marcaram presença no festival e abocanharam o Prêmio do júri e a Mostra um certo olhar, respectivamente.

Até o momento, a edição do festival de Cannes de 2021 está confirmada para o período entre 11 a 22 de maio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação