Televisão

Globo decreta fim de três humorísticos e levanta rumores de demissões

A Globo anunciou que tirará do ar os programas 'Zorra', 'Escolinha' e 'Fora de hora', que serão substituídos por uma única atração a ser lançada em 2021. Apesar disso, emissora diz que 'não haverá demissão'

Correio Braziliense
postado em 16/10/2020 16:09 / atualizado em 16/10/2020 16:12
 (crédito: TV Globo/ Reprodução)
(crédito: TV Globo/ Reprodução)

A Rede Globo fará uma reformulação no departamento de humor da emissora. Como consequência, os programas Zorra, Fora de hora e Escolinha sairão do ar para dar vez a uma única atração do gênero, prevista para estrear no ano que vem. A mudança levanta rumores entre atores, produtores, redatores e outros trabalhadores do setor de possíveis dispensas. Embora a emissora afirme ao Correio que "não procede que haverá demissões".

"O humor é conteúdo fundamental para a composição dos nossos conteúdos. Diante dos desafios impostos pela covid-19, que têm impactado muito nossos cronogramas de produção, optamos, em 2021, por reunir todo o potencial criativo da Globo em um programa novo, juntando as equipes do Fora de hora, Zorra e Escolinha”, se posiciona a emissora em nota à imprensa.

"Assim, vamos oferecer para o espectador o melhor de cada gênero de humor, em um programa variado e com muitas possibilidades de desdobramentos futuros. Será um verdadeiro laboratório de formatos e talentos que poderá nos trazer mais novidades", completa.

Em agosto, o ex-coordenador da área de humor da Globo Marcius Melhem, responsável por Zorra e Fora de hora, deixou a emissora após 17 anos de trabalhos. Atualmente, Silvio de Abreu é responsável por toda a dramaturgia e ocupa a direção do humor da emissora. Assim, o novo programa terá supervisão do roteirista.

A decisão de substituir os três projetos humorísticos e focar em apenas uma nova atração, vai de encontro com o processo de cortes de despesas do Grupo Globo, que já afetou diversos setores da empresa, inclusive a teledramaturgia, que se despediu de contratos com Antônio Fagundes, Tarcísio Meira e José Loreto.



Mudanças


Há cinco anos, o Zorra passou por uma reformulação no conteúdo após ser taxado muitas vezes pelos internautas como “politicamente incorreto”. Desde 2015, o programa de humor segue com abordagens mais políticas e que refletem o cotidiano dos brasileiros.

A empresa também aproveitou o momento para explorar o conteúdo do streaming. Sinta-se em casa, protagonizado por Marcelo Adnet, estreou no Globoplay levando crítica e humor para falar sobre assuntos que estampam as manchetes dos jornais brasileiros, como investigações de políticos e dificuldades do isolamento social em meio à pandemia.  

Assim como a série Diário de um confinado, estrelada por Bruno Mazzeo, que traz humor a partir da experiência de passar a quarentena sozinho em casa. A produção ganhou até segunda temporada. 

Até o momento, ainda não foi divulgada a data de estreia do programa que unirá a equipe de humor da Globo. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação