MÚSICA

Com 'Solta deluxe', Giulia Be canta o crescimento da própria carreira

Cantora e compositora avalia que extensão do projeto "Solta' precisava ser feito neste momento ou não teria mais sentido

Devana Babu*
postado em 02/01/2021 08:58 / atualizado em 02/01/2021 10:15
Giulia Be ficou em quinto lugar na lista do Spotfy divulgada em dezembro -  (crédito: Bernie Walbenny/Divulgação)
Giulia Be ficou em quinto lugar na lista do Spotfy divulgada em dezembro - (crédito: Bernie Walbenny/Divulgação)

Giulia Be é a nova estrela da constelação pop nacional. Depois de largar os estudos para seguir carreira musical em 2017 e assinar com a Warner em 2018, a cantora participou da trilha sonora da novela O sétimo guardião, da Globo, e alcançou números astronômicos de audiência com os três singles posteriores. Em maio, lançou o primeiro EP, Solta. Em outubro, a primeira parceria da carreira, com Luan Santana, no single Inesquecível, alavancou ainda mais a carreira. No final de dezembro, o Spotify Brasil divulgou a lista das artistas mais ouvidas do último mês de 2020. Giulia Be ficou em quinto lugar, atrás de Anitta, Pabllo Vittar, Luísa Sonza, Marília Mendonça, e Ludmilla, e à frente de IZA e Ivete Sangalo.

Em meados de dezembro, chegou às prateleiras virtuais o álbum Solta deluxe, uma versão estendida do primeiro EP, com 7 faixas acrescidas às seis músicas originais. Além de algumas faixas compostas, recentemente, o disco conta com músicas compostas por Giulia no início da carreira, e que, para ela, fazia sentido divulgar agora.

É o caso de Amor de verão, primeira música escrita por ela em português, em 2017. “Se eu não as lançasse agora, acho que nunca lançaria. Perderiam o sentido. Elas representam meu crescimento, minha trajetória, e contam o começo de uma história. Acredito que meus fãs criaram um carinho por algumas, em especial, que, se não fossem lançadas nunca, me trariam um sentimento de dever não cumprido. Fora que várias músicas, ali, também carregam histórias sobre pessoas que um dia já passaram pela minha vida, e, no âmbito pessoal, será de extrema importância também que essa fase seja encerrada”, confessa a cantora.

Ser confessional, aliás, é característica da composição da artista. “Todas as minhas composições são baseadas em histórias de vida, minha ou de amigos mais próximos. Eu amo trazer toda esta verdade na minha música” Foi assim que surgiu uma das faixas mais recentes, Plan B, que fala, em inglês, sobre uma pessoa que é vista como plano B em um relacionamento.

“Eu estava em uma época em que escrevia quase todo dia, e uma amiga foi para minha casa e me contou de um problema que ela estava passando com um menino. Conversando com ela, percebi que, talvez, a cura que ela precisasse para conseguir sair dessa fosse uma música. À medida em que ela me contava, eu ia escrevendo, e foi mágico ver a transformação da menina que começou a me contar a história para a menina que saiu da minha casa com aquela música na cabeça. Essa música dói muito, mas que sofrência é gostosa nessas horas, é”, comenta.

* Estagiário sob a supervisão de Nahima Maciel

Solta Deluxe

De Giulia Be. 13 faixas. Disponível nas plataformas digitais de streaming




Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE