Cinema

Curta-metragem brasileiro sobre o corpo feminino pode concorrer ao Oscar 2021

‘Carne’ é um curta-metragem dirigido por Camila Kater que busca mostrar a diversidade existente dentro do gênero feminino, bem como as opressões. A produção está disponível on-line

Correio Braziliense
postado em 13/01/2021 11:45 / atualizado em 13/01/2021 11:55
 (crédito: Samuel Mariani/ Divulgação)
(crédito: Samuel Mariani/ Divulgação)

O curta-metragem Carne, de Camila Kater, foi qualificado para concorrer ao Oscar de 2021. Além disso, ele está na lista dos Prêmios Goya, um dos mais importantes da Espanha, país com o qual divide a produção da obra. O mini-documentário está disponível on-line no New York Times Op-Docs.

Carne é um mergulho íntimo ao corpo. Na história, cinco mulheres compartilham relatos íntimos e pessoais sobre o corpo no decorrer da vida. O curta-metragem encontra uma forma de mostrar as violências corporais sofridas por mulheres, a dominância masculina e a libertação dos padrões de beleza impostos pela sociedade.

O título Carne é interligado com o enredo de acordo com os pontos comumente relacionado à proteína: crua, mal passada, ao ponto, passada e bem passada. Na ocasião, cada condição dialoga com uma fase da vida de alguma mulher como, por exemplo, infância, adolescência, adulta, meia-idade e terceira idade.

Premiações

O curta Carne esteve presente no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro em 2019 e faturou três prêmios na noite. As categorias vencidas pelo mini-documentário de Camila Kater foram de Melhor roteiro, Melhor curta-metragem júri popular: mostra competitiva e Prêmio Abraccine; melhor filme curta-metragem mostra competitiva.

A produção de 12 minutos conquistou mais de 70 prêmios e busca mostrar a diversidade existente dentro do gênero feminino, bem como as opressões. No Oscar de 2021, ela pode concorrer na categoria de curta-metragem documental, e, no Prêmios Goya, participa da categoria de curta de animação.

Adiamento

O Oscar, maior premiação mundial de cinema, estava previsto para 28 de fevereiro de 2021. Entretanto, devido a pandemia do coronavírus, teve que ser adiado para 25 de abril. O Prêmio Goya está com data marcada para 6 de março.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE