Família de Mabel Calzolari autoriza doação de órgãos após morte da atriz

Artista morreu aos 21 anos, vítima de uma doença rara chamada aracnoidite torácica, que atinge o sistema nervoso central

Gustavo Soares - Especial para o Uai
postado em 23/06/2021 18:43
 (crédito: Mabel Calzolari/Instagram/Reprodução)
(crédito: Mabel Calzolari/Instagram/Reprodução)

A família de Mabel Calzolari, que morreu nesta terça-feira (22/6) aos 21 anos, autorizou a doação dos órgãos da atriz. Ela teve a morte cerebral confirmada após ser diagnosticada com uma doença rara chamada aracnoidite torácica, que atinge o sistema nervoso central. 

"Ela já tinha esboçado o desejo de doar os órgãos. Então fizeram o teste de Covid-19, o resultado foi inconclusivo e eles vão fazer outro teste. Se der negativo, ela poderá doar. A mãe dela decidiu que vai doar. Achei um gesto muito bonito. Agora a Silvinha está aguardando o pessoal da central de doação de órgãos ligar para dar continuidade ao protocolo de doação", disse a atriz Monique Curi à Revista Quem.

O ator João Fernandes, ex-namorado de Calzolari, fez um relato de seus últimos dias ao lado dela: "O amor da nossa vida está aqui conosco, e vai crescer contigo, com a avó e a tia. Nossa família. Obrigado por ser a melhor mãe do mundo. Sua beleza sempre se destacou, mas seu coração sempre se mostrou tão marcante que esse amor saiu do peito. Agora ele anda por aí e corre atrás de animais, come biscoito e fala no telefone. Tá doendo. Nos guie eternamente com sua luz. Até já", escreveu no Instagram.

Mabel, que enfrentava essa doença havia dois anos, chegou a atuar na novela Orgulho e paixão, em 2018. 

Tatá Werneck também compartilhou seus sentimentos, lembrando da amiga com carinho e amor. "Mabel. Doce e linda. Cheia de sonhos. Linda. Linda. Uma pintura. Um sorriso e uma força. Cansada depois de tantas cirurgias. Mas gentil", escreveu.

A humorista finalizou a homenagem agradecendo por ter tido a amizade de Mabel e torcendo para que ela encontre com Paulo, falecido devido as complicações causadas pela Covid-19. 

Mabel deixa um filho de quase dois anos. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE