Famosos

Adriana Sant'Anna gera polêmica ao reclamar do valor de empregada doméstica

Influenciadora digital mora nos EUA e diz querer uma profissional que 'limpe, lave, passe, guarde, cozinhe e olhe as crianças'

Douglas Lima - Especial para o Uai
postado em 24/06/2021 16:26 / atualizado em 30/09/2021 09:18
 (crédito: Adriana Sant'Anna/Instagram/Redes Sociais)
(crédito: Adriana Sant'Anna/Instagram/Redes Sociais)

A influenciadora digital Adriana Sant'Anna gerou polêmica nesta quarta-feira (24/06) ao dizer que não está encontrando uma empregada doméstica para ajudá-la nos Estados Unidos, onde vive atualmente.

De acordo com a influencer, as profissionais americanas cobram por hora e por cada atividade, entretanto, Adriana quer uma profissional que faça tudo por um preço só e não estaria encontrando no território americano.

Nos stories do Instagram, a ex-BBB pede recomendações de uma empregada que "limpe, lave, passe, guarde, cozinhe e olhe as crianças".

"Gente, por favor. Acha alguém pra trabalhar aqui em casa, fazer tudo. Eu imploro, indica alguém aqui da Flórida, dos Estados Unidos. A gente paga bem. Eu só preciso que limpe, lave, passe, guarde, cozinhe e olhe as crianças quando eu precisar", pediu a influenciadora.

"Não aguento mais essa vida de ficar colocando coisa pra lavar. É muito sério isso. Está me tirando o sono, eu tenho rezado, pedido a Deus, para as minhas amigas. Está todo mundo atrás de alguém pra mim e não tem", desabafou.

A galera aqui gosta de trabalhar em vários lugares, ganha por hora de trabalho e eu quero alguém pra ficar aqui o tempo todo, fazendo tudo pra mim e não acho... Eu preciso trabalhar gente, por isso vocês não estão me vendo", afirmou.

"Essas coisas que tenho que ficar fazendo não dá, que é lavar roupa, passar, arrumar, organizar, pegar bagunça de criança. E pior que está todo mundo assim. Não tem gente...", prosseguiu. Segundo Sant'Anna, as domésticas americanas cobram 25 dólares a hora para fazer uma função e no Brasil é totalmente diferente.

“No Brasil a gente estava feito! Uma pessoa lá com a gente fazia tudo. Aqui pra passar, 25 dólares a mais, pra dobrar 25 dólares, pra esticar o braço mais 10 dólares. É assim! Você que tem alguém no Brasil ajoelha e agradece a Jesus, aqui nos Estados Unidos é diferente. Quando cheguei aqui fiquei louca!", finalizou.

No Twitter, alguns internautas criticaram o desabafo de Adriana.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE