MEMÓRIA

Duda Nagle conta experiência com morte trágica do pai: 'Faleceu nas minhas mãos'

Em entrevista ao podcast Inteligência Ltda, o ator falou sobre o momento que marcou sua vida

Gustavo Soares - Especial para o Uai
postado em 13/08/2021 21:51 / atualizado em 13/08/2021 21:52
 (crédito: Instagram/Reprodução)
(crédito: Instagram/Reprodução)

O ator Duda Nagle, de 38 anos, falou em entrevista recente sobre a perda de seu pai, Rogério Marques, que morreu em um acidente de carro no Dia dos Pais, em 2002. Ao podcast Inteligência Ltda, o artista revelou que o pai faleceu em suas mãos.

"Estava no banco do carona, meu pai dirigindo e meu irmão do meio dormindo no banco de trás. Estávamos voltando da casa do meu irmão mais novo. Um cavalo atravessou a estrada e não deu tempo de frear", iniciou o ator, que tinha 18 anos na ocasião.

"Meu pai apagou e achei que ele tinha quebrado o nariz. Estávamos de cinto, mas o cavalo tem uma anatomia horrível para esse tipo de acidente, porque a frente do carro bate nas pernas do animal, e o corpo pesado bate no para-brisa", acrescentou.

Duda ainda contou que após o acidente ele ajudou o irmão a sair do carro e tentou salvar Rogério, que imaginou estar apenas dormindo, com a ajuda de um médico que passava pelo local.

"Quando a gente foi retirar o meu pai do carro, tirei meu casaco para apoiar a cabeça dele. Quando colocamos ele no chão, senti o cérebro quente dele na minha mão. Lembro muito do momento que eu vi e falei: 'já era, né?'. O momento em que a realidade se impôs. Foi traumatismo craniano na parte de trás da cabeça, fratura exposta", contou.

Veja a entrevista completa, abaixo:

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE