Justiça

Bob Dylan é processado por abuso sexual de menina de 12 anos em 1965

A mulher que acusa Bob Dylan afirma que ele ofereceu drogas e abusou dela quando ela tinha apenas 12 anos de idade. O artista negou as acusações

Victória Olímpio
postado em 17/08/2021 12:13
 (crédito: Fred TANNEAU / AFP)
(crédito: Fred TANNEAU / AFP)

Bob Dylan está sendo acusado de abuso sexual. A vítima alega ter sido abusada, drogada e alcoolizada por ele em 1965, aos 12 anos de idade. Segundo a revista Rolling Stones, um representante do cantor afirma que "a acusação de 56 anos atrás é falsa e será vigorosamente desmentida".

A mulher, cujo nome não foi revelado no processo, afirma que pretende levar o caso ao tribunal. A ação foi registrada em 13 de agosto como child victims' act, categoria que permite que vítimas de abusos sexuais durante a infância entrem com processos mesmo fora do prazo de prescrição legal.

Os abusos teriam ocorrido entre abril e maio de 1965 no quarto de Dylan no Hotel Chelsea, em Nova York. "Bob Dylan, durante um período de seis semanas entre abril e maio de 1965, tornou-se amigo e criou uma conexão emocional com o (a) querelante", diz o documento, segundo jornal O Globo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE