POLÊMICA

Autora de ‘The handmaid’s tale’ é acusada de transfobia após tuíte

Margaret Atwood compartilhou na rede social um artigo questionando o uso de nomes não binários

Ronayre Nunes
postado em 21/10/2021 08:03
A escritora ficou mundialmente famosa após ter criado o mundo da premiada série 'The handmaid’s tale' -  (crédito: Tolga AKMEN/AFP)
A escritora ficou mundialmente famosa após ter criado o mundo da premiada série 'The handmaid’s tale' - (crédito: Tolga AKMEN/AFP)

A escritora Margaret Atwood esteve sob os holofotes do Twitter nesta quarta-feira (20/10) após compartilhar um artigo que questionava o uso de nomes não binários. Mundialmente famosa por ter criado o mundo da premiada série The handmaid’s tale, Margaret foi acusada de transfobia.

O texto que a autora compartilhou foi escrito por Rosie DiManno, colunista do jornal The Star. Em longa argumentação sobre o uso de nomes não binários, Rosie defende que o método de não usar o termo "mulher" pode acabar causando o "apagamento" da feminilidade.

"A palavra mulher está em perigo de se tornar um 'palavrão' e ainda corria o risco de ser 'riscada' do vocabulário oficial, erradicada do vocabulário médico e expurgada das conversas", lê-se em um trecho do artigo.

Resposta

Margaret foi muito criticada após o compartilhamento do artigo. Uma dessas respostas veio da também escritora norte-americana Amanda Jette Knox: "Estou desapontada que você compartilhou isso porque não é verdade. Ainda podemos dizer 'mulher' e também podemos dizer 'pessoas' quando faz sentido usar uma linguagem mais inclusiva."

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE