Teatro

Gama recebe festival de marionetes com companhias nacionais e internacionais

7º Festineco tem início no Gama nesta quarta-feira com espetáculos gratuitos realizados por companhias de Brasília, do DF e de países da América Latina

Nahima Maciel
postado em 18/05/2022 06:00
 (crédito:  Kacau Machado)
(crédito: Kacau Machado)

Os bonecos do 7º Festineco vão tomar as ruas e os teatros do Gama, a partir de hoje, com uma programação que envolve dez grupos do DF, companhias de quatro países da América Latina e de cinco estados brasileiros. A ideia é transformar a cidade em palco e levar a diversidade do teatro de bonecos a todos os cantos do Gama até 27 de maio. "O festival nasceu com uma vocação cultural no Gama, que tem mais de cinco companhias que trabalham com teatro de bonecos", avisa Marco Augusto de Rezende, curador e produtor do evento.

A sétima edição do Festineco foi contemplada no edital Áreas Culturais, com R$ 200 mil, do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) de 2018, que acabou cancelado antes de ser retomado. Em seguida, veio a pandemia, iniciada em 2020, e os organizadores do evento não conseguiram autorização para realizá-lo on-line. O jeito foi ter paciência e esperar a retomada dos eventos presenciais. A escolha do dia de hoje para iniciar o festival tem um motivo: é o dia nacional do combate à exploração de crianças e adolescentes. "E a gente faz parcerias com instituições e uma grande abertura alertando para esse tema importante", avisa Marco.

A programação tem início com um desfile da bateria da Escola de Samba Mocidade do Gama, às 10h, em frente a Escola Classe 06 Setor Oeste. Também pela manhã, os chilenos do Teatro e Marionetas MicroBio apresentam Callejeros, seguidos e O varal de bonecos, da Bagagem Cia. de Bonecos, do DF. À tarde, é a vez do Mamulengo sem Fronteiras com As aventuras de Baltazar no reino dos mamulengos e, à noite, no Teatro Sesc Paulo Gracindo, a argentina Isadora Plateorit mostra El panadero y el diablo, adaptação de um conto popular.

Grupos do Peru e Uruguai também se apresentam durante os 10 dias de festival, além de companhias da Paraíba, Goiás, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. A intenção é mostrar a variedade existente no mundo do teatro de bonecos, mas também promover o acesso do público das mais variadas idades aos espetáculos. A maioria tem classificação livre e podem também ser vistos pelas crianças. "A gente busca a diversidade de linguagem e de bonecos", explica Marco Augusto. "Tem bonecos gigantes, de luva, de fio. A gente gosta de mostrar essa diversidade. Tem um espetáculo lambe lambe que acontece em pequenas caixas, uma pessoa assiste o espetáculo por vez, e espetáculo de sombra onde os bonecos são silhuetas projetadas."

Marco Augusto idealizou o festival com a companhia Voar, da qual faz parte. A ideia é que seja incluído na programação cultural da cidade. "É um evento muito importante porque nossa comunidade do Gama se sente incluída no calendário cultural. Toda cidade tem um calendário cultural, que a população espera geralmente uma vez por ano. E temos trabalhado no Festineco para que seja consolidado no nosso calendário oficial", diz.

Programação

Hoje

10h e 15h - Desfiles de abertura em frente à Escola classe 06 Setor Oeste com a Bateria da Escola de Samba Mocidade do Gama

10h - Callejeros - Teatro e Marionetas MicroBio (Chile)

O varal de bonecos" - Bagagem Cia de
Bonecos (DF)

15h - Callejeros - Teatro e Marionetas MicroBio (Chile)

As aventuras de Baltazar no reino dos mamulengos - Mamulengo sem
Fronteiras (DF)

20h - El panadero y el diablo - Isadora
Plateroti (Argentina), no Teatro SESC Paulo Gracindo

Amanhã, 19 de maio

11h - Callejeros - Teatro e Marionetas MicroBio (Chile),
na Escola Classe
17 do Gama

14h - Callejeros - Teatro e
Marionetas MicroBio (Chile), na Escola
Classe 17 do Gama

Sexta-feira, 20 de maio

20h - Maria Bonita flor de Mandacaru -
no Teatro SESC Paulo Gracindo

Sábado, 21 de maio

19h - Hall de Entrada - (Teatro Lambe-lambe) O grande pequeno circo, Grupo Depois do Ensaio (RJ), no Teatro SESC Paulo Gracindo

Hall de Entrada - (Teatro Lambe-lambe) - Trilogia enquanto houver amor eu me transformo, As Caixeiras Cia. de Bonecas (DF), no Teatro SESC Paulo Gracindo

20h - Teatro - Velhos, Sergio Mercurio (AR), no Teatro SESC Paulo Gracindo

Domingo, 22 de maio

15h - Os meninos verdes - Voar Teatro de Bonecos (DF), no Parque do Setor Leste, 15h30 - RIP - Cia Lopillo (Peru), no Parque do Setor Leste

16h - Lourença - Coletivo EntreVazios (DF), no Parque do Setor Leste

19h - Abertura da Exposição de Bonecos, no Espaço Voar

19h30 - Alenka y la bruja Baba Yaga - Cia LA Pluma (UY), no Espaço Voar

  • Marionetas Micróbio 
no 7º Festineco
    Marionetas Micróbio no 7º Festineco Foto: Milli Russo
  • Mamulengo sem fronteiras no 7º Festineco
    Mamulengo sem fronteiras no 7º Festineco Foto: Thiago Guimaraes
  • Gabinete de Curiosidades, espetáculo da Cia Tu Mateixa
    Gabinete de Curiosidades, espetáculo da Cia Tu Mateixa Foto: Laura Faleiros
  • Marionetas Microbio
    Marionetas Microbio Foto: Milli Russo
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE