Gastronomia

Liana Sabo autografa exemplares do seu livro em evento na Asa Sul

A jornalista gastronômica do Correio Braziliense vai estar na adega A Garrafada , na Asa Sul, no dia 28 de maio, autografando exemplares do seu 'Histórias e sabores que vivi'. O evento também terá degustação de vinhos

Naum Giló*
postado em 20/05/2022 16:47
Liana Sabo tem sua coluna de gastronomia há 24 anos  -  (crédito: Jane Godoy/CB/D.A Press)
Liana Sabo tem sua coluna de gastronomia há 24 anos - (crédito: Jane Godoy/CB/D.A Press)

O livro Histórias e sabores que vivi, da jornalista gastronômica do Correio Braziliense Liana Sabo, vai ter mais um dia de celebração. A autora estará autografando exemplares da publicação no sábado (28/5), entre 11h e 14h, na adega A Garrafeira, localizada 215 Sul. O evento aberto também terá degustação de vinhos patrocinada pela vinícola gaúcha Casa Valduga.

Lançado no aniversário de Sabo, em setembro do ano passado, na sede do jornal, o livro reúne textos publicados em colunas e na revista desde 1993, coletânea que ajuda a contar a história da gastronomia na capital. A obra foi organizada por Rosualdo Rodrigues, da Boníssimo! Edições, que foi inaugurada pela publicação.

Liana lembra quando estreou sua coluna Favas Contadas no jornal, em 1998. “A ideia de ter uma coluna gastronômica me assustou um pouco porque podia-se contar em uma mão a quantidade de bons restaurantes na cidade”, lembra a repórter, que acompanha, desde então, a evolução do circuito gastronômico de Brasília. Sabo, na realidade, ajudou a criar a demanda pela boa gastronomia no Distrito Federal. “No Centro-Oeste, o Correio foi o primeiro jornal a colocar comida como notícia”.

A ideia do livro partiu de Rosualdo, que trabalhou por anos ao lado da autora no Correio Braziliense. Ele destaca que Liana, embora não escreva críticas gastronômicas, mostra sua visão editorial tanto no que ela escolhe para noticiar, quanto no espaço que cede à pauta. “Mas ela é muito sincera com o trato direto com o chefs. Não escreve falando mal, mas deixa claro para eles que o não gosta ou o que pode melhorar”, conta Rosualdo. “De certa forma, ela é a madrinha da gastronomia de Brasília. É um referência. Um publicação de Liana traz mais clientes para um estabelecimento”.

Carlos Medeiros, do A Garrafada, fez questão de levar o evento de autógrafos para a sua adega. “É sempre uma alegria e satisfação contar com a presença de Liana Sabo em quaisquer eventos relacionados à gastronomia e à enocultura”, celebra Medeiros, que destaca a ênfase que o trabalho de Liana tem nos vinhos.

Liana Sabo autografa exemplares do livro Histórias e sabores que vivi

Lançamento dia 28 de maio, no A Garrafada, na 215 Sul. De 11h às 14h. Gratuito.

*Estagiário sob a supervisão de Nahima Maciel 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE