NULL
PERSEGUIÇÃO

Homem acusado de perseguir Shakira é preso na mansão da cantora e alega ser casado com ela

Daniel John Valtier já estava no radar da equipe de segurança de Shakira desde dezembro, após fazer postagens em suas redes sociais alegando que se casaria com ela

Homem acusado de perseguir Shakira foi preso do lado de fora da mansão da cantora, em Miami -  (crédito: Reprodução/Instagram/@shakira)
Homem acusado de perseguir Shakira foi preso do lado de fora da mansão da cantora, em Miami - (crédito: Reprodução/Instagram/@shakira)
postado em 10/01/2024 23:11 / atualizado em 10/01/2024 23:11

Um homem acusado de perseguir Shakira foi preso do lado de fora da mansão da cantora, em Miami, nos Estados Unidos, na segunda, 8. Segundo a polícia, Daniel John Valtier, de 56 anos, recebeu uma ordem restrição da polícia para se afastar da cantora, mas se recusou a cumpri-la. "Ela é minha esposa", teria dito o homem ao juiz, segundo o jornal Daily Mail. Ele tentou enviar à artista presentes como vinhos, chocolates e brinquedos.

O juiz afirmou estar "preocupado", pois o homem estaria "delirando", e o sentenciou a pagar uma fiança de 100 mil dólares, além de ficar longe da artista. O homem já estava no radar da equipe de segurança de Shakira desde dezembro, após fazer postagens em suas redes sociais alegando que se casaria com ela. O suspeito, que é do estado do Texas, ainda se vangloriou de estar na mansão de Shakira, o que acendeu ainda mais as suspeitas. Logo, a polícia foi chamada para o local para efetuar a prisão.

Daniel anunciou em suas redes: "Vou me casar com Shakira, ela quer ser americana como o pai dela e compartilhar o resto da vida dela comigo. Teremos um negócio de caminhões, cantaremos músicas, administraremos e teremos uma corporação de fabricação de roupas em todo o mundo", escreveu.

Daniel Valtier também foi acusado de tentar roubar um veículo alugado e de não pagar a corrida de táxi até a casa da artista. Ele já havia sido preso por acusações que incluem drogas, agressão agravada, dirigir embriagado e intoxicação pública.

Tags

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->