TELEVISÃO

Renato Góes e Thaila Ayla celebram o primeiro trabalho juntos na tevê

Os atores Renato Góes e Thaila Ayala, ambos de 37 anos, gravam Família é tudo, a nova produção das 19h na Globo. Juntos desde 2019, é a primeira vez que eles se encontram em uma novela e celebram esse encontro também na ficção

Renato Góes e Taila Ayla, casal de atores -  (crédito: Arquivo pessoal)
Renato Góes e Taila Ayla, casal de atores - (crédito: Arquivo pessoal)
postado em 08/02/2024 17:49

Os atores Renato Góes e Thaila Ayala, ambos de 37 anos, não veem a hora de estrear Família é tudo, a nova produção das 19h na Globo. Na pandemia, eles criaram a produtora Cachoeira Filmes e rodaram o filme Inverno todo em casa e essa foi a única vez que o casal trabalhou junto. Agora, eles se encontram pela primeira vez em uma novela.

"A gente já tinha feito um filme, mas pela primeira vez estamos fazendo uma novela. Não contracenamos, mas está nos movendo de um jeito muito bom, muito gostoso", afirmou ao Correio Renato Góes, em coletiva de imprensa virtual da novela que vai substituir Fuzuê em março. "Eu queria muito trabalhar com ela, admiro muito Thaila."

Thaila Ayala e o marido, Renato Góes
Thaila Ayala e Renato Góes estão juntos desde 2019 (foto: Reprodução/Instagram )

Na trama que substituirá Fuzuê em março, o ator recifense interpreta o publicitário Tom, par romântico de Vênus (Nathalia Dill), uma das protagonistas. Na novela, ele foi casado com Paulina (Lucy Ramos) e teve dois filhos, Laurinha (Sophia Rosa) e Pudim (Antonio Caramelo, filho de Aline Wirley e Igor Rickly). Assim como na vida real, já que Renato é pai de Francisco, de 2 anos, e Tereza, ainda de colo. Já Thaila interpreta Elisa, uma perita que se envolve com Júpiter (Thiago Martins), irmão de Vênus, e também protagonista.

O casal, entretanto, não contracena. "Mas, quando a gente se encontra, a gente se abraça e comemora. Estamos trabalhando pela mesma coisa. Vai que o autor escreve alguma coisa para nós, juntos", sugeriu Góes, aos risos, na presença do criador da novela, Daniel Ortiz. "É minha primeira novela das 19h, essa coisa da leveza, da alegria, passa para os bastidores. É leve de trabalhar, de acordar para ir fazer, é divertido de estudar. Nos últimos anos, fiz personagens o dia inteiro em um clima muito pesado e forte. Está sendo muito bom, e importante para a minha família e para os meus filhos", completa o artista, que, em seus últimos trabalhos, esteve em Mar do Sertão (2022) e Pantanal (2021).

Visibilidade

Thaila também comemora o encontro e, principalmente, o retorno às novelas, após 10 anos de sua participação em Sangue bom (2013), também no horário das 19h. "Estou muito, muito feliz, queria muito voltar à Globo, às novelas. É uma delícia poder voltar a uma novela leve, divertida", celebrou a atriz, que foi mãe recentemente pela segunda vez. E aproveitou para fazer um desabafo: "No Brasil, ser atriz é fazer novela. Nesses 10 anos, fiz várias coisas e as pessoas acham que parei de trabalhar. Mas é isso, as novelas falam com o Brasil gigante, milhões de pessoas assistindo.

Se por um lado Thaila esteve ausente da tevê, Renato Góes tem trabalhado bastante. Tanto que, nesta semana, surgiu um comentário nas redes sociais sobre o suposto excesso de papéis do ator na TV, que o levou a reagir. “Eu amo, mas diga-se se passagem é urgente o descanso de imagem para Renato Góes e Marcos Palmeira”, publicou uma conta no X, antigo Twitter .“Fico sempre pensando nesses comentários, que têm sido recorrentes, e não entendo muito. Nos últimos cinco anos, desde Órfãos da Terra (2019), só fiz uma novela e uma participação no início de outra. Sigamos!”, ele desabafou.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação