Consumo

Com memes, ação contra a Black Friday tenta conscientizar sobre consumismo

Criada pelo Laboratório Social de Consumo, ação visa conscientizar sobre os impactos do consumismo para a população e para o planeta

Bruna Mayumi*
postado em 27/11/2020 14:39 / atualizado em 27/11/2020 14:41
 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

Uma ação anticonsumismo está sendo veiculada nas redes sociais para alertar sobre o impacto negativo no planeta gerado pelo consumo desenfreado, em especial na Black Friday. Promovida pelo Laboratório Social de Consumo, formado por participantes do Movimento Liberte o Futuro, a campanha Anti Black Friday usa memes para despertar no público reflexões acerca do tema, em alta no Brasil e no mundo graças à semana dos descontos, que tem seu ponto alto nesta sexta-feira (27/11).

Os Laboratórios Sociais foram criados como jornadas colaborativas de encontros online e vêm acontecendo desde setembro. Durante três meses, discutiram o consumo e seus impactos, receberam convidados, co-criaram e alinharam a campanha de memes contra o consumismo na Black Friday. A intenção é despertar nas pessoas uma reflexão sobre o ato de consumir e o que isso impacta na vida delas, de suas comunidades e do meio ambiente.

Nas redes sociais, alguns internautas usaram seus perfis para apoiar a causa:


A crise causada pela pandemia do novo coronavírus não deve impedir as compras da Black Friday. De acordo com pesquisa realizada pelo site Reclame Aqui, 70% dos entrevistados pretendem consumir no evento este ano, mesmo percentual do ano passado. Marcada para o dia 27 de novembro, a Black Friday 2020 deverá ter participação histórica dos meios digitais.

Campanha anti Black Friday
Campanha anti Black Friday (foto: Reprodução)

Segundo os membros do Laboratório de Consumo do Liberte o Futuro, a intenção é mostrar que, além da pandemia e das mudanças causadas por ela no comportamento do consumidor, existem questões macroeconômicas e ambientais que precisam ser levadas em conta. Ao usar o humor e a linguagem dos memes, o objetivo é atingir o público alvo da Black Friday e todos os consumidores com dados e informações sobre o impacto no planeta gerado pelo consumismo. A campanha teve início no dia 13 de novembro nas redes sociais do Liberte o Futuro e do Laboratório Social e, desde então, tem disseminado a ideia de que é sim possível repensar o consumo.

Campanha anti Black Friday
Campanha anti Black Friday (foto: Reprodução)

A Companhia de Comédia Os melhores do Mundo criou um meme para a campanha e já estão idealizando outros. Além das publicações nas mídias sociais, algumas das peças também estão sendo projetadas em prédios públicos de São Paulo e de Belo Horizonte.

*Estagiária sob supervisão de Ed Wanderley

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE