INFLAÇÃO

Selic: diretor do BC confirma aumento de 1 ponto percentual por reunião

Diretor de política monetária da autarquia disse, nesta quarta-feira (13/10), que alta na taxa básica de juros é solução para inflação no próximo ano

Fernanda Fernandes
postado em 13/10/2021 14:57 / atualizado em 13/10/2021 14:58
 (crédito: Thiago Fagundes/CB/D.A Press)
(crédito: Thiago Fagundes/CB/D.A Press)

O diretor de Política Econômica do Banco Central, Fabio Kanczuk, afirmou nesta quarta-feira (13/10) que a aceleração na taxa básica de juros (Selic) não é o mais importante, e, sim, o seu número final. Segundo ele, a autoridade monetária não deverá acelerar o ritmo de alta de juros além do que consta na última ata do Comitê de Política Monetária (Copom).

“O BC fez simulações e o que importa mais agora é o número final da Selic e não o ritmo, já estamos em um ritmo rápido. Se continuarmos subindo 1 ponto percentual por reunião, temos condições de convergir a inflação 2022 (à meta)” , disse Kanczuk durante evento on-line do banco HSBC.

O mercado financeiro tem pressionado o BC para acelerar a alta da Selic. As projeções de analistas e especialistas das instituições financeiras indicam que, caso os juros fiquem abaixo de 9,5% ao ano, a inflação para o próximo ano não alcançará a meta de 3,5%.

Também na reunião desta quarta, o diretor afirmou que o BC tem apostado em 2022 para a recuperação econômica e no combate a uma inércia inflacionária. “2022 é para onde estamos realmente olhando”, pontuou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE