Inclusão

Caixa contrata quase mil pessoas com deficiência; maior número da história do banco

Com reforço, entidade bancária alcança a marca de 4,4 mil empregados PcD, o que representará 5% do quadro de pessoal. Cerimônia contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro (PL), da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, do vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), entre outras autoridades

Ingrid Soares
Cristiane Noberto
postado em 11/02/2022 12:33 / atualizado em 11/02/2022 14:47
 (crédito: Alan Santos/PR)
(crédito: Alan Santos/PR)

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou nesta sexta-feira(11/2) crachás a novos funcionários que foram admitidos por meio de um concurso inédito e exclusivo para pessoas com deficiência, lançado em 2021, do qual 992 foram nomeadas. Assim, o total de PcDs do banco chega a 4,4 mil empregados, o que representa 5% do seu quadro de pessoal que atua nas agências e no setor de tecnologia da entidade monetária. O evento ocorreu no Palácio do Planalto.

"As pessoas com deficiência atendem de maneira especial, pois a maioria passou a maior parte da vida marginalizada. [...] Mostram para o Brasil que ter algum tipo de deficiência não significa que você não possa ajudar muito a população brasileira", afirmou o presidente do banco.

Também presente, o presidente Jair Bolsonaro (PL) destacou que a medida será lembrada, "com toda certeza, como um dos atos mais grandiosos desse governo", por meio das mãos de Guimarães.

"É um dia ímpar, para todos nós, poder, com o coração, fazer Justiça e o bem para com o próximo. Isso é possível porque temos pessoas maravilhosas em nosso meio. Não é apenas porque uma coisa está no papel que ela vai ser cumprida. Precisa de vontade, precisa muitas vezes se colocar do outro lado do balcão. E se fosse você? E, aqui, o Pedro se colocou deste outro lado e, obviamente, isso ele traz na sua formação, na sua cultura, na sua história. Dessa maneira, ele buscou entre outras coisas, dentro da Caixa, atender às pessoas com deficiência. Hoje, um banco, o maior banco da América do Sul ou do hemisfério sul fez um papel que realmente está voltado para o direito do próximo."

Bolsonaro ainda lembrou o trabalho da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, à frente do Pátria Voluntária. "Obviamente, em parte, você (Pedro) é inspirado pelo trabalho da nossa chefe maior da nossa Pátria Voluntária. Outra ação inspirada nela foi quando renovamos a isenção de IPI para taxistas e pessoas com deficiência. Como é bom fazer política do bem. Esse dia será marcado, com toda certeza, Pedro, como um dos atos mais grandiosos desse governo que veio pelas suas mãos. Muito obrigada a você por existir e ter esse coração enorme no peito", concluiu.

Michelle agradeceu a Guimarães pela iniciativa e destacou que ainda há desafios para uma maior inclusão de PCDs em espaços laborais.

"Agradeço e parabenizo Pedro por esse olhar tão especial para a inclusão. A Caixa alcançará, na primeira vez da historia, o marco de 5% de PCDs em seu quadro de pessoal conforme previsto em lei, somando mais de 4 mil PCDs. Meu sonho é ver outras instituições com a mesma missão de transformar o nosso país em um Brasil mais inclusivo. O grande desafio permanece. Nós precisamos derrubar os preconceitos, mudar nosso olhares aceitar o próximo como um brasileiro capaz e determinado, e não como alguém limitado. A acessibilidade é fundamental para permitir que nossos cidadãos com deficiência possam usufruir dos serviços básicos com dignidade e independência. Conto com cada um para que possam ser agentes de inclusão em seus espaços de trabalho e convivência", frisou.

O presidente da Caixa também apontou que nenhuma mulher havia chegado aos cargos de vice-presidência ou diretoria do banco. De acordo com ele, “é uma impossibilidade matemática que, dos 82 mil, os 50 principais cargos vão para homens”.

Guimarães aproveitou para alfinetar os governos anteriores. “Esta é a demonstração que as pessoas não querem falar, de que não havia meritocracia na Caixa. Eu não estou nem falando de aparecer R$ 50 milhões na casa de um, outro devolver US$ 5 milhões. Não havia respeito às mulheres na CEF. E hoje, por meritocracia, temos 14 vice-presidentes e diretoras”, afirmou.

A cerimônia contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro (PL) e do vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), entre outras autoridades. 

Segundo a Caixa, o concurso público contou com mais de 40 mil candidatos inscritos ao cargo de técnico bancário novo (nível médio). Os aprovados foram convocados ainda em dezembro do ano passado.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE