COMBUSTÍVEIS

Petrobras diz que fará mudanças no conselho após demissão de Ferreira Coelho

Mercado aguarda a definição dos novos membros do Conselho de Administração da Petrobras, que deverá ser convocado após a demissão do presidente da estatal, José Mauro Ferreira Coelho

Michelle Portela
postado em 24/05/2022 14:30
José Mauro Ferreira Coelho foi demitido por Bolsonaro na segunda-feira (23/5) -  (crédito: Bruno Spada/MME)
José Mauro Ferreira Coelho foi demitido por Bolsonaro na segunda-feira (23/5) - (crédito: Bruno Spada/MME)

O mercado aguarda a definição dos novos membros do Conselho de Administração da Petrobras, a ser convocado após a demissão do presidente da estatal, José Mauro Ferreira Coelho, na segunda-feira (23/5). De acordo com nota da companhia, a mudança na presidência implicará na destituição dos demais integrantes do Conselho de Administração que, assim como Coelho, foram eleitos pelo mesmo processo de voto múltiplo na Assembleia Geral Ordinária realizada no dia 13 de abril.

A estatal informou ainda que deverá realizar nova eleição para os cargos vagos. O escolhido do presidente Jair Bolsonaro (PL) para presidência da Petrobras foi Caio Mario Paes de Andrade. Se aceitar o convite e for aprovado pelo Conselho de Administração da Petrobras, Andrade será o quarto presidente da estatal na gestão de Bolsonaro.

Íntegra da nota da Petrobras divulgada na noite de segunda-feira: 

“A Petrobras informa que recebeu hoje ofício do Ministério das Minas e Energia, solicitando providências a fim de convocar Assembleia Geral Extraordinária, com o objetivo de promover a destituição e eleição de membro do Conselho de Administração, e indicando Caio Mario Paes de Andrade, em substituição a José Mauro Ferreira Coelho. “O ofício solicita, ainda, que Caio Mario Paes de Andrade seja, posteriormente, avaliado pelo Conselho de Administração da Petrobras para o cargo de Presidente.

Tendo em vista que o Sr. José Mauro Ferreira Coelho foi eleito pelo sistema do voto múltiplo na Assembleia Geral Ordinária realizada em 13/04/2022, caso aprovada pela assembleia geral, sua destituição implicará na destituição dos demais membros do Conselho eleitos pelo mesmo processo, devendo a companhia realizar nova eleição para esses cargos, nos termos do artigo 141, § 3º, da Lei 6.404/76.

A Petrobras informa que novos fatos relevantes serão oportunamente divulgados ao mercado. “Abaixo, o currículo do candidato indicado:

Caio Mario Paes de Andrade. O Sr. Caio Mario Paes de Andrade é atualmente Secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia. Empreendedor em tecnologia de informação, mercado imobiliário e agronegócio, Caio Mario Paes de Andrade tem formação em Comunicação Social pela Universidade Paulista, pós-graduação em Administração e Gestão pela Harvard University e Mestre em Administração de Empresas pela Duke University. No ano 2000 fundou a WebForce Ventures, responsável pelo desenvolvimento de mais de 30 startups. É fundador e conselheiro do Instituto Fazer. É fundador e conselheiro do Instituto Fazer Acontecer. Em 2019 passou da iniciativa privada para a área pública. Foi Presidente do SERPRO até agosto de 2020, quando passou a fazer parte do Ministério da Economia."

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE