Futebol

Real Brasília vence São Raimundo por 2 x 1 e avança na Copa do Brasil

Com falha de goleiro e expulsão por simulação após segundo amarelo, time candango avança à segunda fase da copa mais democrática do país pela primeira vez na própria história em partida dramática

O Real Brasília chegou à segunda fase da Copa do Brasil pela primeira vez -  (crédito: Pedro Santana / Divulgação)
O Real Brasília chegou à segunda fase da Copa do Brasil pela primeira vez - (crédito: Pedro Santana / Divulgação)
postado em 21/02/2024 17:23 / atualizado em 21/02/2024 20:10

O Real Brasília viveu um dos grandes capítulos da própria história. Nesta quarta-feira (21/2), no Estádio Defelê, a equipe candanga superou o São Raimundo, de Roraima, pelo placar de 2 x 1, e alcançou um feito inédito. Pela primeira vez, os Leões do Planalto garantiram a classificação à segunda fase da Copa do Brasil. O confronto na capital federal foi válido pela primeira fase do torneio, em jogo único.

Em campo, mostrou bom entrosamento e sintonia para despachar o rival nortista. Com atuação ofensiva, dava indícios de um confronto tranquilo. Abriu o placar na primeira etapa, com Felipe, e ampliou o marcador com Michel Douglas, logo no primeiro minuto da segunda etapa. Uma falha do goleiro Wendell, no entanto, esquentou o embate que parecia dominado. Ninja diminuiu, e deu vida ao confronto. Com ainda um expulso, o Real Brasília se segurou, e venceu.

Agora, a equipe da Vila Planalto volta as atenções ao Candangão. Em oitavo lugar, a antepenúltima colocação, a equipe azul terá o Santa Maria como o próximo desafio. A partida acontece no próximo domingo (25/2), também no Defelê, às 15h30.

Enquanto isso, porém, também se prepara para dar sequência à vida na copa nacional. O adversário será definido com o resultado do confronto entre União Rondonópolis-MT e Atlético-GO. As equipes também se enfrentam nesta quarta-feira, mas às 21h30. Neste meio-tempo, volta as atenções para o Candangão. No próximo domingo (25/2), no mesmo horário, receberá o Santa Maria. O São Raimundo, por outro lado, iniciará a preparação para o estadual. o Campeonato Roraimense começará no próximo dia 16 de março.

O jogo

No princípio, o Real Brasília era o dono das ações no campo de ataque. Com a bola no pé, a equipe azul povoava o meio de campo com Matheus Dias, Lucas e Uederson, e chegava ao último terço do campo com facilidade. Encontrava, porém, um São Raimundo bem estruturado na defesa.

Com boa saída de bola e veloz pelas pontas, através dos atacantes Ninja e Carlinhos, o Mundão, apesar de chegar menos ao ataque, somava singelos momentos de crescimento. Com lançamentos por trás da defesa candanga, a equipe roraimense chegou a levar perigo ao goleiro Wendell. Pecava, contudo, na pontaria na hora de finalizar.

De pouco em pouco, os Leões do Planalto incorporavam uma postura cada vez mais ofensiva. Com batidas de fora da área de Lucas e Matheus Dias, além de uma jogada individual de Juan Alves, pela esquerda, o representante da capital federal dava indícios de estar próximo à abertura do placar.

Com uma falta sofrida por Pedrinho, na ponta direita, o cenário mudou. Na marca assinalada por Afro Rocha, Lucas colocou a bola na cabeça de Felipe. De dentro da pequena área, zagueiro subiu mais alto do que a defesa adversária para escorar e abrir o placar.

Logo no primeiro minuto da segunda etapa, o Real Brasília viveu outro momento de felicidade. Em transição ofensiva, Pedrinho encontrou Michel Douglas, dentro da área. O camisa nove, então, bateu para vencer o goleiro Diego, e ampliou o placar: 2 x 0. O jogo que então parecia tranquilo para a equipe candanga, ganhou outro tom ao pé dos 14 minutos da etapa complementar.

Em jogada pela esquerda, Kanté cruzou para a área do Real Brasília. Na bola, Wendell fez a defesa, mas soltou a 'gorducha' nos pés de Ninja. O atacante, então, bateu no gol aberto para diminuir o placar. O gol marcado mudou os ânimos do confronto. O time mandante, então tranquilo e dominante, adotou postura nervosa. O tento deu força ao visitante. O Mundão, a partir daí, chegava com mais frequência ao ataque e dava trabalho à defesa do adversário. 

O confronto ficou ainda mais dramático após a expulsão de Regino. Já amarelado, o atacante recebeu a punição pela segunda vez após ter realização de simulação apontada por Afro Rocha dentro da área. Com um a menos, o time candango era todo defesa. Recolhido no trecho inicial do campo, jogava pelos contra-ataques e fazia de tudo para não sofrer o empate. O São Raimundo-RR, mesmo com um a mais, não era capaz de penetrar a área. Não houve, então, tempo para mais nada. 

Ficha técnica:

Real Brasília 2 x 1 São Raimundo-RR

Local: Estádio Defelê, Vila Planalto

Árbitro: Afro Rocha de Carvalho Filho

Gols: Felipe e Michel Douglas (Real Brasília); Ninja (São Raimundo)

Cartões amarelos: Pedrinho, Lucas e Regino (Real Brasília); Fernandes, Selson e Rian (São Raimundo)

Cartão vermelho: Regino (segundo amarelo)

Público: 171 pessoas

Renda: R$ 2 mil

Real Brasília

Wendell; André Martini, Garcia, Felipe e Gabriel Lima; Matheus Dias, Pedrinho (Guilherme), Lucas, Juan Alves (Marquinhos) e Uederson (Caio Nunes); Michel Douglas (Regino). Técnico: Dedê Ramos

São Raimundo-RR

Diego; Maicon, Fernandes (Selson), Guigui e Luã; Gonzaga, Paulo Meneses, Ygor, Ninja (Marcos Felipe) e Carlinhos (Juca Maranhão); Kanté (Reina). Técnico: Chiquinho Viana

*Estagiário sob a supervisão de Marcos Paulo Lima

Tags

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação