PAS 1

Profissionais de saúde dão dicas para estudantes que farão PAS/UnB 1

Os candidatos devem ter uma noite tranquila de sono e comer alimentos leves para terem energia na hora da avaliação

Júlia Mano*
postado em 25/06/2021 14:39 / atualizado em 25/06/2021 15:00
 (crédito: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)
(crédito: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)

Neste domingo (27), a prova do Programa de Avaliação Seriada 1 (PAS) será aplicada para mais de 18 mil inscritos. O exame estava marcado para março, mas, em razão do lockdown instituído no Distrito Federal, a avaliação foi adiada. Em entrevista ao EuEstudante profissionais analisam o impacto na saúde mental dos alunos e os aconselham como se prepararem.


Segundo a psicóloga da Maternidade Brasília, Hamanda Palazzo, a adolescência é considerada um período de fragilidade em que se tem mudanças físicas, psicológicas, sociais e culturais. O PAS e outros exames para ingresso no ensino superior são elementos estressores para o jovem.


Isso se dá por terem que lidar com uma pressão social, alto volume de conteúdos a serem estudados e conflitos. Além disso, neste momento, o jovem tem que tomar a decisão sobre a escolha da carreira profissional que vai trilhar.

A psicóloga aconselha a manter a positividade para ter tranquilidade
A psicóloga aconselha a manter a positividade para ter tranquilidade (foto: Arquivo Pessoal)

 
Hamanda Palazzo destaca que uma das maiores dificuldades que o estudante tem é a ansiedade que muitos acabam desenvolvendo. O jovem também lida com a tentativa de superação dos medos e inseguranças, precisam, em certas vezes, abrir mão de momentos de lazer e tem longos períodos de estudo.


“São situações corriqueiras, mas precisam de atenção, pois se ignoradas podem prejudicar o desempenho no dia da prova. Portanto, ansiedade, medo e insegurança fazem parte do vestibulando, o que não pode é atrapalhar o processo de preparação e o futuro resultado a ser alcançado”, afirma a psicóloga.


O médico psiquiatra e docente do Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos (Uniceplac), Raphael Boechat, acredita que o adiamento da prova do PAS 1 deixou os alunos abalados na questão psicológica por ser um exame desejado por eles. “Eles planejam isso a vida escolar toda, e, quando tem esses adiamentos, a ansiedade aumenta. Para quem é mais ansioso, o prejuízo é maior em relação aos que são mais tranquilos”, analisa.

 

Como manter a tranquilidade

Raphael Boechat aponta que o candidato deve ter uma alimentação adequada no dia anterior, na manhã da prova e dormir bem. Além disso, para o médico psiquiatra, não é aconselhável estudar em cima da hora.


O médico psiquiatra entende que a mudança de data pode impactar ainda mais estudantes mais ansiosos
O médico psiquiatra entende que a mudança de data pode impactar ainda mais estudantes mais ansiosos (foto: Arquivo Pessoal)


 

“Tudo aquilo que a gente já sabe, né? Mas que fica difícil quando as mudanças ocorrem assim no cronograma. Não deixe que as mudanças te afetem, porque se você estava se preparado antes, você vai estar preparado depois. Se controlar a ansiedade, o desempenho vai ser bom”, pondera o docente da Uniceplac.


Hamanda Palazzo afirma que o candidato deve tentar pensar positivamente, além de descansar no sábado e dormir bem. No dia da avaliação, aconselha o estudante a se programar para chegar cedo no local de prova e não correr risco de atrasar.


A psicóloga ressalta que, durante o exame, o inscrito deve buscar ter calma, concentração e ler os enunciados com atenção. Somado a isso, que prefira lanches leves.


Dicas nutricionais

A nutricionista Catarine Aragão recomenda que, na noite de sábado, se evite consumir estimulantes. Ou seja, energéticos, doces e alimentos ou bebidas que contenham cafeína. “É importante, porque senão eles vão perder o sono à noite e não vão conseguir ter o ciclo do sono completo. Com isso, pode ser que venham a sentir sono durante a prova”, explica.


Também deve ser evitado fazer refeições pesadas com alimentos gordurosos. Isso pode fazer com que a digestão subtraia tempo de sono. Dessa forma, é recomendável que não se consuma pizza e hambúrguer, por exemplo, pois podem até gerar desconforto intestinal durante a prova.

A nutricionista recomenda que, na noite anterior, busque consumir alimentos e bebidas calmantes. Na prova, estimulantes
A nutricionista recomenda que, na noite anterior, busque consumir alimentos e bebidas calmantes. Na prova, estimulantes (foto: Arquivo Pessoal)


 

Catarine Camargo recomenda que se consuma legumes e vegetais, tanto na noite anterior, como no dia da avaliação. Junto a esses alimentos, comer também uma fonte de proteína como frango grelhado ou carne moída refogada. “É uma digestão mais simples, mais fácil e (o candidato) vai chegar mais disposto na prova”, afirma a nutricionista. O estudante também pode tomar um chá relaxante no sábado antes de dormir. Podendo ser de camomila, maracujá, erva-doce e hortelã.


Para levar de lanche, Catarine recomenda chocolate 70% de cacau por ser um estimulante e conter cafeína. “Então, temos que seguir a lógica: na noite anterior, tem que ser calmante, na hora da prova, um estimulante para deixar o aluno mais acordado e ligado”, esclarece.


Somado ao chocolate 70%, também pode ser consumido banana com castanha ou oleaginosa. Como castanha-do-pará ou de caju. Esses alimentos ajudam na liberação de energia, de forma lenta, ao organismo e vai manter o candidato acordado durante toda a prova. Além disso, deve levar uma garrafa de água para manter-se hidratado.


Catarine aconselha a não levar biscoitos recheados e balinhas por fazem com que a energia do aluno suba de forma rápida, mas caia também na mesma intensidade. A nutricionista também orienta a não levar lanche que demanda tempo para ser consumido como sanduíche e salgadinhos. “Vai demandar tempo e concentração para estar comendo que poderia estar sendo usado na (resolução da) prova”.

*Estagiária sob a supervisão da editora Ana Sá

  • A psicóloga aconselha a manter a positividade para ter tranquilidade
    A psicóloga aconselha a manter a positividade para ter tranquilidade Foto: Arquivo Pessoal
  • O médico psiquiatra entende que a mudança de data pode impactar ainda mais estudantes mais ansiosos
    O médico psiquiatra entende que a mudança de data pode impactar ainda mais estudantes mais ansiosos Foto: Arquivo Pessoal
  • A nutricionista recomenda que, na noite anterior, busque consumir alimentos e bebidas calmantes. Na prova, estimulantes
    A nutricionista recomenda que, na noite anterior, busque consumir alimentos e bebidas calmantes. Na prova, estimulantes Foto: Arquivo Pessoal
  • UNB
    UNB Foto: Beto Monteiro/ Secom UnB
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação