Sequestro

Boko Haram divulga vídeo de estudantes sequestrados na Nigéria

No vídeo, a organização jihadista Boko Haram afirma, através de um jovem, que há 520 pessoas em suas mãos e que algumas delas foram assassinadas

Agência France-Presse
postado em 17/12/2020 12:33 / atualizado em 17/12/2020 12:34
Apoiadores da
Apoiadores da "Coalizão de Grupos do Norte" (CNG) manifestam-se para exortar as autoridades a resgatar centenas de estudantes sequestrados, no estado de Katsina, na Nigéria, no noroeste do país, em 17 de dezembro de 2020. - (crédito: Kola SULAIMON / AFP)

O grupo extremista nigeriano Boko Haram divulgou um vídeo, nesta quinta-feira (17/12), no qual aparecem dezenas de jovens. Um deles afirma ser um dos centenas de estudantes de ensino médio sequestrados sexta-feira passada em Kankara.

Com o rosto coberto de poeira e arranhões, o jovem diz que é um 520 sequestrados pelo "grupo de Shekau", assim chamado em referência ao líder histórico do Boko Haram.

Em 2014, o grupo sequestrou mais de 200 meninas em Chibok.

Centenas de adolescentes, entre 11 e 20 anos, foram sequestrados na sexta-feira à noite por homens armados que trabalhavam para o grupo jihadista Boko Haram, cuja área de influência está a centenas de quilômetros de distância.

O número de sequestrados ainda não está claro. As autoridades relataram primeiro 333 estudantes de ensino médio desaparecidos e depois 400.

No vídeo, o Boko Haram afirma, através da voz deste jovem, que há 520 pessoas em suas mãos e que algumas delas foram assassinadas.

Os estudantes parecem muito cansados, amontoados em uma floresta, em condições sanitárias precárias.

Boko Haram e Iswap, os dois grupos jihadistas ativos no nordeste da Nigéria, mataram mais de 36 mil pessoas em dez anos de conflito e dois milhões de pessoas ainda não conseguiram voltar para suas casas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE