Covid-19

Covid-19: Estados Unidos restringem voos do Brasil e mais 31 países

Além do Brasil, a restrição também inclui Reino Unido, África do Sul, República da Irlanda, China, Irã e os 26 países da União Europeia no Espaço Schengen

Victória Olímpio
postado em 26/01/2021 10:40 / atualizado em 26/01/2021 10:42
 (crédito: MARIO TAMA/AFP)
(crédito: MARIO TAMA/AFP)

O presidente Joe Biden restringiu viagens aos Estados Unidos para cidadãos estrangeiros do Brasil devido à pandemia do novo coronavírus. Em comunicado oficial, Biden também anunciou a restrição para estrangeiros do Reino Unido, República da Irlanda, China, Irã e os 26 países da União Europeia que constituem o Espaço Schengen.

A proclamação, que entra em vigor a partir desta terça-feira (26/1), acabou suspendendo a medida que havia sido tomada pelo ex-presidente Donald Trump, que derrubava a decisão de proibir a entrada de viajantes nos EUA. A medida, porém, não restringe a capacidade de cidadãos dos EUA, residentes permanentes legais ou indivíduos que se enquadrem em uma das exceções de viajar para o próprio país.

Outra mudança será que a partir de 26 de janeiro todos os viajantes deverão apresentar antes da partida o teste de covid-19 negativo para as companhias aéreas. Cidadãos da África do Sul também entraram na restrição, mas terão o acesso negado somente a partir de sábado, 30 de janeiro, 2021 às 12h01, horário padrão do leste dos EUA. 

O comunicado cita ainda a variante brasileira de coronavírus. “Com base nos acontecimentos em relação às variantes e à propagação contínua da doença, o CDC reexaminou suas políticas sobre viagens internacionais e, após revisar as situações de saúde pública dentro do Espaço Schengen, o Reino Unido (excluindo territórios ultramarinos fora da Europa), a Irlanda, Brasil e África do Sul concluiu que medidas contínuas e adicionais são necessárias para proteger a saúde pública”, diz Biden no comunicado.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE