Parece novela

Mulher desabafa: "cresci vendo minha mãe na TV e não sabia"

A atriz Lynne Moody decidiu seguir carreira em Hollywood e entregou a filha, Lisa Wright, para adoção. A menina gostava de assistir à mãe em 'That's my mama'

Victória Olímpio
postado em 22/06/2021 12:21
 (crédito: Lisa Wright/Instagram/Reprodução)
(crédito: Lisa Wright/Instagram/Reprodução)

Após 50 anos, a vida da americana Lisa Wright teve uma reviravolta. Ela descobriu que a mãe biológica, que  ela não conhecia, participava do programa de TV That's my mama, um dos preferidos de Lisa na infância. A atriz Lynne Moody entregou a filha para adoção ainda bebê e se mudou para Los Angeles na tentativa de conseguir carreira em Hollywood.

Ao programa Today, da NBC, Lisa disse que o filho dela sugeriu um exame de DNA para descobrir informações sobre a história da família. As investigações a levou homem. Os dois conversaram e ela teve uma surpresa. "Ele disse: 'Lisa, você é minha sobrinha. Nós estivemos procurando por você. Todos nós estivemos procurando por você'", contou.

"Minha mãe adotiva me disse: 'Sua mãe te amava, mas ela era muito jovem e sabia que não poderia cuidar de você. Eu queria tanto o bebê. Por isso que sua mãe me deixou cuidar de você. Você não foi abandonada. Essa foi a melhor coisa para você", revelou Lisa.

Após alguns dias, mãe e filha se encontraram e Lisa descobriu que Lynne foi uma das estrelas de That's my mama (Essa é minha mãe), programa dos anos 1970, que era um dos favoritos da filha quando criança. O programa mostrava a relação de um jovem solteirão e a mãe dele. Lynne interpretava a irmã mais nova do protagonista.

“Eu cresci assistindo a minha mãe na TV e nem sabia disso. That's my mama era nosso programa de TV imperdível. Todos nós nos sentávamos e assistíamos à minha mãe toda semana. Quem diria? Essa é a minha mãe!", contou, empolgada.

Ao Today, Lynne afirmou que não quer se separar da filha e que o reencontro foi um dos momentos mais importantes da vida dela: "Quando eu descobri que ela era minha filha foi como se eu estivesse dando à luz novamente".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE