VIOLÊNCIA

Piloto e passageiros levam socos de britânicos bêbados em voo à Grécia

Dois homens britânicos deram pontapés e começaram a socar as pessoas antes de atingir o piloto, em uma ação classificada por testemunhas como um "caos completo e absoluto"

Correio Braziliense
postado em 13/05/2022 21:02 / atualizado em 13/05/2022 21:02
 (crédito: Youtube/Reprodução)
(crédito: Youtube/Reprodução)

Um piloto da WhizzAir foi agredido durante um voo para Creta, na Grécia, ao tentar deter dois britânicos que socavam outros passageiros que estavam a bordo do avião. Em solo, os dois homens foram retirados do voo pela polícia. Um deles estava com sangue no corpo e a calça nos tornozelos.

O episódio começou por volta das 18h de terça-feira (10/5), horário em que a aeronave deixou o aeroporto de Gatwick, no Reino Unido. De acordo com os tripulantes, os dois homens, de 30 anos, embarcaram bêbados e causaram transtornos durante toda a viagem. Eles chegaram a dizer que estavam no aeroporto desde às 10h, horário em que começaram a ingerir bebidas alcoólicas.

Os homens conversavam e gritavam, mas não estavam violentos. A situação se agravou quando um terceiro ofereceu vodka para eles. A dupla começou a se movimentar e um deles sentou no lugar de outra pessoa. Ao receber o pedido para deixar o local, o homem respondeu: “Fod*-se”.

“Eles estavam apontando para todos e dizendo ‘quando sairmos deste avião, vamos esmagar você’. Além disso, eles fumavam cigarros e vapes durante todo o tempo”, disse um passageiro ao jornal britânico The Sun.

Perto do pouso, uma aeromoça comunicou os homens de que a polícia os escoltaria para fora do avião assim que chegassem na Grécia. Foi nesse momento que os homens se descontrolaram.

Entre gritos, os homens se levantaram, enquanto o avião pousava. Assim que o piloto terminou de posicionar a aeronave, os homens começaram a gritar e a xingar os outros passageiros. Deram pontapés e começaram a socar as pessoas, em uma ação que as testemunhas classificaram como um “caos completo e absoluto”.

Alguns passageiros tentaram segurar os homens, mas sem sucesso. O piloto, avisado do ocorrido, saiu da cabine ao encontro dos agressores e foi atingido pelos socos. A confusão só terminou quando a polícia chegou na aeronave e tirou os homens. Um deles saiu ensanguentado e com as calças nos tornozelos. Veja o começo da briga captado por um dos passageiros:

Briga causou atraso em voos e prejuízo para passageiros

O que parecia ter sido o fim do incômodo dos outros passageiros foi, na verdade, apenas mais uma etapa do transtorno causado pela dupla. Com a agressão sofrida pelo piloto, os tripulantes tiveram que prestar depoimentos na polícia, em um processo que durou duas horas.

De acordo com o The Sun, muitas pessoas perderam um transporte que faz o transfer entre o aeroporto e a cidade de Creta, o que fez com que as pessoas passassem a noite no local. A aeronave que foi palco da confusão também ficou parada por cerca de 24 horas.

Em comunicado, a WizzAir afirmou que “a tripulação da cabine lidou com a situação como está treinada para fazer e relatou o incidente às respectivas autoridades, que prenderam os passageiros na chegada”.

“A WizzAir pede sinceras desculpas por qualquer inconveniente causado, mas a segurança dos passageiros e da tripulação é a prioridade número um da companhia aérea”, pontuou a empresa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE