EUA

Joe Biden chama Putin de ‘FDP louco’ em evento de campanha

Durante o discurso o presidente norte-americano falou do aquecimento global e do seu possível oponente Donald Trump

Biden disse que o mundo deveria estar preocupado com as ameaças nucleares de Putin contra o Ocidente -  (crédito: Saul Loeb/AFP)
Biden disse que o mundo deveria estar preocupado com as ameaças nucleares de Putin contra o Ocidente - (crédito: Saul Loeb/AFP)
postado em 22/02/2024 12:02 / atualizado em 22/02/2024 12:19

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse nesta quarta-feira (21/2) que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, é um “louco filho da p***” . O comentário aconteceu durante um evento de arrecadação de fundos em São Francisco. Biden também comentou sobre o ex-presidente Donald Trump, ridicularizando seu provável oponente na eleição presidencial de novembro por se comparar ao líder da oposição russa Alexei Navalny.

Discutindo a mudança climática, Biden também disse que o mundo deveria estar preocupado com as repetidas ameaças nucleares de Putin contra o Ocidente. "Temos um louco, esse tal de Putin e outros, e sempre temos que nos preocupar com um conflito nuclear", disse ele. "Mas a ameaça existencial à humanidade é o clima."

Em resposta, o Kremlin criticou Biden pelo que descreveu como uma tentativa ruim de soar como um "caubói de Hollywood". "Estas declarações mal-educadas não podem ferir o líder de outro Estado, muito menos o presidente Putin", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov. "Mas isso rebaixa mais aqueles que usam esse tipo de vocabulário."

Sobre Trump, Biden disse que o ex-presidente está se comparando a Navalny. "Ele está se comparando a Navalny e dizendo que, porque nosso país se tornou um país comunista ele foi perseguido da mesma forma que Navaly foi perseguido - de onde diabos veio isso", disse Biden. "Se eu estivesse aqui há 10, 15 anos e dissesse isso, todos vocês pensariam que eu deveria ser internado."

Em nota, o Kremlin negou novamente o envolvimento na morte de Navalny e criticou os EUA e outros países pelo que disse ser um julgamento precipitado.

Também no evento de arrecadação de fundos em São Francisco, Biden disse que nove chefes de estado de outros países o incentivaram a derrotar Trump pelo bem da democracia. "Quando saio de reuniões, um chefe de estado encontra uma desculpa para se aproximar e dizer: 'Você tem que vencer'. Não porque eu seja tão especial", disse ele. "Você tem que ganhar porque minha democracia está em jogo se o outro ganhar", acrescentou Biden sobre conversas que disse ter tido.

Tags

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação