7 de Setembro

"Temos que atuar dentro da Constituição", diz Bolsonaro a manifestantes

Ovacionado pelo público, presidente Jair Bolsonaro defendeu a liberdade do povo brasileiro e se disse contra uma ruptura

Jorge Vascocellos
postado em 07/09/2021 13:03 / atualizado em 07/09/2021 13:04
 (crédito: Ed Alves/ CB)
(crédito: Ed Alves/ CB)

O presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer, durante manifestação nesta terça-feira (7/9), que continua compromissado de atuar dentro das quatro linhas da Constituição e que não deseja ruptura. "Nós temos que atuar dentro da Constituição. Quem não age dentro da Constituição ou se enquadra ou pede para sair."

Presidente também voltou a dizer que estará sempre onde o povo está e que chegou a hora de dar um basta a violação da liberdade do povo brasileiro. Durante a fala de Bolsonaro, os manifestantes gritavam "mito" e "eu autorizo". 

Mais cedo, o presidente postou nas redes sociais que  “o país não pode continuar refém de uma ou duas pessoas”. 

Manifestações 

Os atos a favor do governo começaram cedo em Brasília. Parte dos presentes se concentraram próximos ao palácios da Justiça, do Itamaraty em frente ao Congresso Nacional. Diversos estados das cinco regiões do país estão representados em bandeiras e camisas de manifestantes. A expectativa é que o ato reúna cerca de 100 mil pessoas. 

Na Torre de TV, manifestantes contrários ao governo também estão concentrados. O Grito dos Excluídos deste ano incluiu na pauta o repúdio ao atual governo federal e seu contínuo ataque a instituições da República. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE