COP 26

Bolsonaro relata perguntas de crianças italianas: "E a Amazônia, tá pegando fogo?"

"Grande parte dos focos são os mesmo o ano todo: agricultura de subsistência por parte de indígenas e caboclos. Agora, existe sim desmatamento ilegal, existe em parte aí fogo, né"

Ingrid Soares
postado em 01/11/2021 16:19
 (crédito: EVARISTO SA/AFP)
(crédito: EVARISTO SA/AFP)

O presidente Jair Bolsonaro comentou, nesta segunda-feira (1º/11), sobre o vídeo gravado à Conferência das Nações Unidas para Mudanças Climáticas COP26, minutos antes de ir ao ar, em entrevista a jornalistas na Itália. Ele relatou perguntas de crianças italianas feitas a ele: "E a Amazônia, tá pegando fogo?". O chefe do Executivo rebateu alegando que "a Califórnia pega mais fogo que o Brasil, mas ninguém fala nada". Ele ainda justificou que "a notícia que chega quase sempre não é a verdadeira".

"O Brasil é responsável por menos de 2% de emissões de gases do efeito estufa. E o Brasil é uma das 10 maiores economias do mundo. Então nós já contribuímos bastante. Dois terços da floresta das matas naturais estão preservadas até hoje. Então, o Brasil é parte da solução e nunca problema. A gente lamenta porque para cá, a notícia que chega quase sempre não é a verdadeira. Em contato na rua, crianças perguntaram para mim. E a Amazônia, tá pegando fogo? Daí eu falei: A Califórnia pega mais fogo que o Brasil, mas ninguém fala nada", alegou.

Ele disse também que deseja ter aprovado na Câmara o projeto de regularização fundiária e culpou índios e caboclos por parte de focos de queimadas.

"O que nós queremos não conseguimos com a Mesa anterior da Câmara, devemos conseguir com essa: a regularização fundiária, de modo que, a qualquer foco de incêndio você saiba o CPF de quem é o responsável. Se bem que, grande parte dos focos de incêndio são os mesmos o ano todo: é agricultura de subsistência por parte de indígenas e caboclos. Agora, existe sim o desmatamento ilegal, existe em parte aí fogo, né. Você pode ver, colocamos as Forças Armadas esse ano junto com Mourão comandando né, para combater esses focos de incêndio em parceria com o Ibama, entre outros órgãos governamentais", concluiu.

No discurso gravado à COP26, Bolsonaro anunciou novas metas climáticas. O chefe do Executivo não compareceu pessoalmente ao evento. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE