DENÚNCIA

Olavo de Carvalho teria utilizado avião da FAB para deixar o Brasil

A história foi denunciada pela escritora Daniela Abade, por meio de suas redes sociais. Parlamentares de oposição querem explicações sobre o caso

Michel Medeiros - Especial para o Correio
postado em 20/11/2021 21:04 / atualizado em 20/11/2021 22:50
 (crédito: Reprodução )
(crédito: Reprodução )

O ex-guru do presidente Jair Bolsonaro, Olavo de Carvalho, teria fugido do Brasil a bordo de um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), enviado aos Estados Unidos para ser utilizado pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria. A história foi publicada em uma rede social da escritora Daniela Abade, que narrou o passo a passo da suposta viagem. 

Os fatos foram contestados pelo ministro, que acusou a escritora de ter praticado fake news. Faria alegou não conhecer o ex-articulador do chefe do Executivo e sugeriu que a história seja investigada.

“FAKE NEWS!! Não conheço Olavo de Carvalho, nunca o vi na vida e não fui de FAB para os EUA. Irresponsabilidade soltar maluquices na imprensa sem checar. É preciso investigar e punir esses devaneios que se espalham irresponsavelmente. @STF_oficial @policiafederal”.

Segundo a escritora, com base em informações do Flight Aware, a aeronave utilizada por Olavo teria partido da capital paulista às 12h48, do dia 13 de novembro. O avião pousou no aeroporto Mac Arthur, em Long Island, um terminal doméstico e não habitual, tendo em vista que os principais aeroportos de Nova York são o John F. Kennedy, Newark e La Guardia.

No dia seguinte (14/11), o Legacy, prefixo VC99B, número de calda FAB2582, partiu do aeroporto JFK, trazendo para o Brasil o titular das Comunicações.

Em 16 de outubro, Olavo de Carvalho postou um vídeo confirmando que partiu para os EUA em um “voo repentino”. “Como eu vim parar aqui? Quando eu estava no hospital me ofereceram um voo repentino, que partiria em 15 minutos, e eu aceitei”, disse o guru, sem dar mais detalhes.

No dia 9 de novembro, a Polícia Federal intimou o astrólogo para prestar depoimentos acerca das investigações de divulgação de fake news e ataques à democracia. Contudo, a defesa de Carvalho alegou que o guru estaria em tratamento médico.

Após a publicação, parlamentares do Partido dos Trabalhadores (PT) se manifestaram e pediram a investigação de um possível auxílio do governo brasileiro a Olavo de Carvalho.

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) declarou que a denúncia deverá ser investigada. "Caso verdadeira, dois crimes foram praticados: obstrução da Justiça e prevaricação. Vamos pedir investigação", destacou.

"Vamos pedir na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara a convocação do comandante da FAB e o ministro @fabiofaria, precisam explicar essas evidências tão graves de terem usado voo da FAB para dar fuga ao foragido da Justiça Brasileira Olavo de Carvalho", afirmou o deputado Jorge Solla (PT-BA), por meio de sua conta no twitter.

FAB se pronuncia 

A assessoria da FAB enviou nota ao Correio dizendo que "a Força Aérea Brasileira (FAB) cumpre o estabelecido pelo Decreto n° 10.267, de 5 de março de 2020, que dispõe sobre o transporte aéreo de autoridades em aeronaves do Comando da Aeronáutica. A respeito do voo para os Estados Unidos em tela, a aeronave não transportou nenhum passageiro, apenas os tripulantes que cumpriam a missão".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE