VIOLÊNCIA CONTRA MULHER

Vai ao Senado proposta que subsidia aluguel de vítimas de violência doméstica

A relatora, Lídice da Mata (PSB-BA), incluiu que os recursos virão de dotações orçamentárias do Sistema Único de Assistência Social (Suas), a serem custeados pelos estados e municípios

Cristiane Noberto
postado em 09/03/2022 20:10
O PL prevê que o juiz possa usar o subsídio como medida protetiva. Os valores serão fixos e concedidos por até seis meses -  (crédito: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
O PL prevê que o juiz possa usar o subsídio como medida protetiva. Os valores serão fixos e concedidos por até seis meses - (crédito: Fernando Lopes/CB/D.A Press)

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (9/3) o Projeto de Lei 4875/20 que permite a concessão de auxílio aluguel para as vítimas de violência doméstica em situação de vulnerabilidade social e econômica. Texto vai ao Senado.

O PL prevê que o juiz possa usar o subsídio como medida protetiva. Os valores serão fixos e concedidos por até seis meses. 

A relatora, Lídice da Mata (PSB-BA), incluiu que os recursos virão de dotações orçamentárias do Sistema Único de Assistência Social (Suas), a serem custeados pelos estados e municípios. 

“Com o projeto, a mulher em situação de violência doméstica poderá encontrar no juiz uma forma de permanecer por um período fora do lar”, avaliou Lídice.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE