ELEIÇÕES

Eduardo Leite desiste do PSD e anuncia renúncia ao governo do RS

Em seu lugar ficará o vice-governador, Ranolfo Vieira Junior (PSDB), que ainda não tem uma data oficial para assumir o cargo. Governador não disse a qual cargo vai concorrer nas eleições e é cotado como presidenciável

Tainá Andrade
postado em 28/03/2022 15:30 / atualizado em 28/03/2022 18:37
 (crédito: Antonio Cruz/ Agência Brasil)
(crédito: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

Como esperado, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (28/3) que renunciará ao cargo. Ele deixa o governo próximo do dia 2 de abril, data limite dada pela Justiça Eleitoral, para ter a possibilidade de concorrer à Presidência da República. Em seu lugar ficará o vice-governador, Ranolfo Vieira Junior (PSDB), que ainda não tem uma data oficial para assumir o cargo

“Aos gaúchos entendo que vão entender meu gesto. Não estou saindo, estou me apresentando”, disse Leite, em coletiva, nesta tarde. Ele não disse a qual cargo vai concorrer nas eleições, mas é cotado como presidenciável.

Segundo Leite, um ponto que pesou na decisão foi a confiança que ele deposita no vice-governador. “Tenho confiança na condução do Ranolfo. Tenho convicção de que o Ranolfo está por dentro de todos os assuntos do governo”, ressaltou.

O governador também afirmou, na coletiva, que ficará no PSDB. Nas últimas semanas foi ventilada a saída de Leite da legenda para concorrer à Presidência no PSD, partido de Gilberto Kassab, o que não se confirmou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE