Atos golpistas

8 de janeiro: suspeitos de financiar atos são alvos de 47 ordens judiciais

Operação da Polícia Federal foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e ocorre exatos um ano após os atos golpistas

Polícia Federal cumpre 23ª fase da Operação Lesa Pátria -  (crédito: PF/ divulgação)
Polícia Federal cumpre 23ª fase da Operação Lesa Pátria - (crédito: PF/ divulgação)
postado em 08/01/2024 07:40 / atualizado em 08/01/2024 08:20

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta segunda-feira (8/1), 47 ordens judiciais contra suspeitos de financiar os atos antidemocráticos contra as sedes dos Três Poderes, em Brasília, há exato um ano. A operação foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Esta é a 23ª fase da Operação Lesa Pátria. 

Das 48 ordens judiciais, 46 são mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva. Ainda foi autorizada a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados. De acordo com a Polícia Federal, a apuração é de que os valores dos danos causados ao patrimônio público possam chegar a R$ 40 milhões.

As ações são cumpridas no Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Bahia, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Maranhão, Paraná, Rondônia, São Paulo, Tocantins e Santa Catarina. 

Segundo a PF, os crimes apurados são de  abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
-->