VIOLÊNCIA

Mulher de 51 anos é encontrada morta na porta de apartamento em BH

À polícia, vizinhos contaram que a mulher foi vista, pela última vez, por volta das 23h do sábado (20/1), após participar de uma reunião de condomínio do prédio

Policiais militares passaram pela rua pouco tempo depois do roubo -  (crédito: PMMG)
Policiais militares passaram pela rua pouco tempo depois do roubo - (crédito: PMMG)
postado em 22/01/2024 15:47

Uma cena de violência chocou moradores de um prédio no Bairro Califórnia, região Noroeste de Belo Horizonte, neste domingo (21/1). Uma mulher, de 51 anos, foi encontrada morta na porta de seu apartamento, do qual havia se mudado há quase seis meses.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, ela foi encontrada caída de bruços no chão e com o rosto ensanguentado. No dia anterior, a PM recebeu uma denúncia anônima de que uma mulher estaria sendo agredida por seis homens, supostamente traficantes, que tentavam expulsá-la de um apartamento, o mesmo onde o corpo foi encontrado neste domingo.

À polícia, vizinhos contaram que a mulher foi vista, pela última vez, por volta das 23h do sábado (20/1), após participar de uma reunião de condomínio do prédio. Ela aparentava sinais de embriaguez. O apartamento, segundo a PM, estava trancado com cadeado.

Fique bem informado! Saiba como receber as notícias do Correio Braziliense pelo WhatsApp

Ainda de acordo com a polícia, a vítima morava no local com o ex-marido, mas, depois da separação, se mudou, em agosto, e o homem ainda ficou no apartamento por mais tempo. Em dezembro, ele teria oferecido o imóvel como pagamento de dívidas de drogas a um grupo de traficantes.

A mulher, segundo a PM, só ficou sabendo do caso no sábado (13/1), quando foi ao apartamento e se deparou com quatro homens, que fizeram ameaças a ela e tentaram tomar suas chaves do imóvel. Ela tinha uma medida protetiva contra o ex-marido, que já havia a agredido quando eram casados.

As causas do crime ainda não foram esclarecidas. A perícia da Polícia Civil (PCMG) esteve no local e o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). O caso será investigado.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->