Tempo

VÍDEO: forte chuva alaga chácara no Núcleo Rural do Lago Norte

Moradora do Núcleo Rural Capoeira do Bálsamo, Piedade Silva teve a casa invadida por uma enxurrada nesta quinta-feira (18/2). Plantação e criação de animais da família ficam prejudicadas com alagamentos

Pedro Marra
postado em 18/02/2021 21:18 / atualizado em 19/02/2021 19:24
Registros gravados pela família mostram varanda do imóvel inundada -  (crédito: Reprodução/Arquivo pessoal)
Registros gravados pela família mostram varanda do imóvel inundada - (crédito: Reprodução/Arquivo pessoal)

Devido à forte chuva na tarde desta quinta-feira (18/2), produtores rurais do Núcleo Rural Capoeira do Bálsamo, no Lago Norte, sofreram com a enxurrada. Moradora da região, Piedade Silva, 60 anos, contou que o temporal começou por volta das 17h30, deixando alagada toda a chácara dela.

"Nossa estrada está toda cheia de buracos. Pedimos apoio para as administrações (regionais) do Lago Norte. Eles vêm, tapam os buracos de nossa estrada e vão embora. Sempre que chove, não há condições de passar carro na estrada. A água vem com uma velocidade imensa das chácaras de cima e desce para nossas casas aqui embaixo", relata a produtora rural, que mora há 30 anos na região.

Piedade conta que, por causa das fortes chuvas, teve de mudar a porta da entrada de casa, tirando-a da parte da frente para colocar na lateral do imóvel. "Agora, a água transborda na rua, entra em nossa casa e fica essa situação. Todas as vezes que vem essa chuva forte é assim. Meu marido e eu plantamos milho, e essa enxurrada estragou o produto. Ela leva tudo. Temos galinhas, e a água desce para onde estão as aves também", descreve. 

A produtora rural acrescenta que ela e o marido são idosos e não conseguem salvar a plantação e os animais. Piedade acrescenta que instalou um batente mais alto à porta, para evitar que a residência fique alagada. "Só não entrou na cozinha por causa disso", comenta.

A reportagem aguarda retorno da Administração Regional do Lago Norte. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE