CHUVA

Inmet: Fevereiro de 2021 é o mais chuvoso da história de Brasília

Recorde era do ano de 1980, com 460,4 mm. Semana promete mais chuva pela capital e Entorno

Luana Patriolino
postado em 22/02/2021 18:21 / atualizado em 22/02/2021 18:22
As chuvas têm provocado alagamentos em todo o DF -  (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
As chuvas têm provocado alagamentos em todo o DF - (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

Fevereiro de 2021 é o mais chuvoso de Brasília desde 1962. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o acumulado de chuva até a manhã desta segunda-feira (22/2) totalizou 473,4 mm, ultrapassando os 460,4 mm de fevereiro de 1980. Esse é o maior número desde que se iniciaram as mediações do instituto na capital.

Os brasilienses devem se preparar para mais dias de céu encoberto e pista molhada, pois o tempo fechado deve continuar. Segundo o Inmet, a última semana de fevereiro deve ser tão chuvosa quanto as anteriores. “Para essa época do ano, as chuvas são comuns. Mas o que vem chovendo já não é tão normal assim porque ultrapassou bastante o esperado do mês”, afirma o meteorologista do Inmet Francisco de Assis Diniz

De acordo com o especialista, a previsão é de pancadas de chuva em praticamente todos os dias de fevereiro em todo Distrito Federal e Entorno. Mesmo com poucas aberturas de sol, o tempo vai esquentar. Os termômetros, que marcaram 19ºC na madrugada, devem chegar aos 27ºC durante a tarde. Já as taxas de umidade oscilam de 100% a 60%.

As chuvas intensas registradas no DF nos últimos dias têm deixado estragos em várias regiões. Na noite do último domingo (21/2), o Corpo de Bombeiros foi acionado para resgatar moradores da Vila Cauhy, que ficaram ilhados em casas inundadas pelo córrego Riacho Fundo. No sábado (20/2), na 215 Norte, o temporal fez com que desmoronasse uma construção ao lado de um jardim do bloco “E”. Também foram notificados desabamentos em paredes de casas da chácara 23, no Riacho Fundo 1, e no telhado de uma residência em Samambaia

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE