Pandemia

Resumo do Dia: Veja como a covid-19 foi notícia no DF

Postos fixos para vacinação das forças de segurança pública, UTIs lotadas e queda na taxa de transmissão são algumas das notícias

Correio Braziliense
postado em 07/04/2021 21:28
Ocupação das UTIs está acima de 9 -  (crédito: Esaki/Agência Saúde DF)
Ocupação das UTIs está acima de 9 - (crédito: Esaki/Agência Saúde DF)

Hospitais - Pelo segundo dia seguido, havia apenas uma vaga de UTI para adultos disponível na manhã desta quarta-feira (7/4) e a lotação global chegou a 98,27%. O HFA negou pedido do GDF por leitos de UTI para o SUS: o hospital afirma funcionar no limite da capacidade técnica e de leitos.

Vacinação - A secretaria de Saúde pode usar um app para o cadastro de pessoas com comorbidades no DF: o comitê da secretaria se reuniu nesta quarta (7/4) para definir detalhes sobre o atendimento a pessoas com doenças crônicas. Após a polêmica da "xepa" da vacina, a cúpula da PMDF foi exonerada.

Protestos- O dia foi marcado por protestos em Brasília. Na manhã desta quarta (7/4), os rodoviários reivindicaram mais vacinas para atender à categoria. Uma carreata formada por representantes de entidades e pais de pessoas com Down pediu a inclusão dessa categoria nos grupos prioritários. O conselheiros tutelares também protestaram para pedir data para vacinação da categoria.

 Transmissão - A taxa de transmissão da covid-19 caiu para 0,86 nesta quarta-feira (7/4). A informação foi divulgada pelo secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha. Segundo ele, a queda é resultado das medidas tomadas no último mês.

Mortes - As mortes por covid-19 entre pessoas com até 39 anos cresceu 69% no DF. Os números acompanham o crescimento de mortes e casos entre jovens no Brasil inteiro.Em pouco mais de um mês, houve 274 mortes de pessoas com 39 anos ou menos. Mais 83 pessoas mortes foram registradas no DF nesta quarta em decorrência da covid-19. A média móvel de óbitos está em 71,85. O número é 44,85% maior do que o notificado há duas semanas e letalidade está em 1,9%.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE