Pandemia

Vacinação: primeiro dia para pessoas com comorbidades é tranquilo

Dentre os grupos prioritários estão indivíduos com síndrome de Down, com deficiência cadastradas pra receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC), pacientes que fazem hemodiálise e outros

Ana Maria da Silva
postado em 04/05/2021 12:33 / atualizado em 04/05/2021 14:04
 (crédito: Ed Alves/CB)
(crédito: Ed Alves/CB)

A manhã de vacinação foi tranquila no Distrito Federal. Nesta terça-feira (4/5), as pessoas com comorbidades começaram a ser vacinadas. Dentre os grupos prioritários estão indivíduos com síndrome de Down, com deficiências cadastradas pra receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC), pacientes que fazem hemodiálise, gestantes com comorbidades e imunossuprimidos.

Até as 16h da segunda-feira (3/5), cerca de 2.324 pessoas haviam agendado o atendimento, segundo a Secretaria de Saúde do DF. O total de vagas para esse público é de 10 mil. 

As pessoas que foram até o posto de vacinação do Lúcio Costa, no Guará, encontraram pouco movimento no local. De acordo com os profissionais de saúde, a manhã foi agitada mas, próximo das 11h, uma pessoa aparecia a cada 10 minutos, aproximadamente.

Dentre as pessoas que foram até o local, está a dona de casa Vívian Rocha Abreu, 35 anos. Utilizadora de imunossuprimidos por causa de um transplante dos rins. Após receber a picada da vacina, ela garantiu estar aliviada.

Vivian foi receber a primeira dose acompanha da filha, Raquel Rodrigues Rocha, 20, que tem deficiência mental. De acordo com a dona de casa, a tranquilidade só surgirá após Raquel ser imunizada. “Eu estou feliz por ter recebido a primeira dose, mas me preocupo com ela. A etapa dela ainda não chegou, então estamos aguardando, ansiosas”, pontua. “Eu tenho que sair pra trabalhar, cuidar dela. Sou sozinha com ela, então não vejo a hora da vez dela chegar e, dessa forma, deixar de colocar a vida dela em risco”, acrescenta.

No Centro de Saúde nº 2, no Guará II, o movimento também foi tranquilo. De acordo com os profissionais de saúde do local, os indivíduos com comorbidades têm se atentado ao horário agendado, o que tem evitado filas. “Alguns chegaram mais cedo, mas estão sendo atendidos, ainda assim. Como o movimento está baixo, estamos conseguindo atender sem problemas”, garante o profissional, que optou por não ser identificado.

A vacinação não ocorre em todos os 55 postos de vacinação. Segundo a Secretaria de Saúde, os locais são divulgados no momento do agendamento. O Correio solicitou a lista dos pontos de vacinação para a pasta, mas, até a publicação da reportagem, não houve resposta.

Fases

O agendamento vai ocorrer em fases. Na terça-feira (4/5), é a vez de profissionais da saúde cadastrados em conselhos de classe, como profissionais de medicina, enfermagem, biologia, técnicos em radiologia, trabalhadores de laboratório e da secretaria DF Legal. Para este grupo, 10 mil doses serão ofertadas.

Na quarta (5/5), o agendamento é de pessoas com comorbidades entre 55 e 59 anos, que fizeram o cadastro na semana passada. Ao todo, há 60 mil doses para este público.

A ampliação do grupo prioritário foi possível depois que a secretaria de Saúde recebeu uma nova remessa do Ministério da Saúde de 81,5 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca e mais 5.850 da Pfizer/BioNTech nessa segunda. Ao todo, 456.551 pessoas receberam a primeira dose e 252.356 a dose de reforço. Nesta segunda (3/5), também entrou em funcionamento o posto de vacinação noturno, que vai funcionar na Praça dos Cristais, no Setor Militar Urbano (SMU). Por lá, o atendimento será das 18h às 23h no sistema drive-thru.

  • O total de vagas para esse público é de 10 mil
    O total de vagas para esse público é de 10 mil Foto: Ed Alves/CB
  • O total de vagas para esse público é de 10 mil
    O total de vagas para esse público é de 10 mil Foto: Ed Alves/CB
  • O total de vagas para esse público é de 10 mil
    O total de vagas para esse público é de 10 mil Foto: Ed Alves/CB
  • O total de vagas para esse público é de 10 mil
    O total de vagas para esse público é de 10 mil Foto: Ed Alves/CB
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE