Vacina

Covid-19: DF deve ampliar vacinação por faixa etária a cada semana

A ideia do governo local é reduzir as idades da campanha para o público em geral semanalmente, não só com a chegada de novas doses, mas com o remanejamento de unidades já disponíveis na capita federal

Ana Isabel Mansur
postado em 07/06/2021 18:01
 (crédito: Samara Schwingel/CB/D.A Press)
(crédito: Samara Schwingel/CB/D.A Press)

Nesta segunda (7/6), teve início a vacinação de pessoas com 59 anos contra a covid-19 no Distrito Federal. Um dia depois, vai começar a imunização de cidadãos com 58 anos no DF. A intenção da Secretaria de Saúde é acrescentar uma nova faixa etária da população em geral a cada semana, diminuindo em um ano as idades a serem contempladas.

"Todas as vezes em que a Secretaria de Saúde puder antecipar o agendamento, a vacinação e, em alguns casos, o cadastramento de pacientes, vamos fazer, para facilitar a vacinação antecipada de todos", afirmou o secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (7/6).

A inclusão de uma nova faixa etária na vacinação contra a covid-19 foi possível graças ao remanejamento de doses que a Secretaria de Saúde fez por meio de unidades não usadas por grupos autorizados a buscar a imunização.

O Governo do Distrito Federal tem analisado constantemente a designação de vacinas para incluir novos grupos na vacinação contra a covid-19. Com a última análise análise, foi possível reduzir a imunização para cidadãos com 58 anos.

"Na semana que vem, a Secretaria de Saúde vai analisar se há condições de baixar a idade novamente. O máximo possível será feito, no que diz respeito a essa redução de faixa etária. A orientação é dinamizar e acelerar essa diminuição, sempre que possível. Primeiro, passamos uma posição conservadora e, de acordo com o andamento, a SES-DF verifica se é possível reduzir a idade. Nesse caso, para as pessoas com 58 anos, foi possível", destacou Gustavo Rocha, secretário da Casa Civil do DF durante a entrevista.

Imunizantes

A marcação da vacina para pessoas com 58 anos está disponível desde as 17h desta segunda (7/6). Ainda nesta segunda (7/6), o Distrito Federal vai receber mais 37 mil imunizantes do Ministério da Saúde contra a covid-19. As novas unidades vão ser usadas na aplicação de primeiras doses em grupos já contemplados pela campanha de vacinação no DF, como professores, profissionais da segurança, pessoas com comorbidades e trabalhadores do transporte aéreo.

Gustavo Rocha afirmou na entrevista que 7.667 pessoas com deficiência permanente com registro no Benefício de Prestação Continuada (BPC) agendaram a vacinação contra a covid-19, de um total 22 mil. Em relação àquelas sem o BPC, o GDF não tem registro do total, mas o secretário informou que 2.646 marcaram a imunização.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE