POLÍCIA

Corpo encontrado em córrego do Sol Nascente é de Cleonice Marques, confirmam irmãos

Irmãos da vítima acompanharam as buscas e confirmaram ser o corpo da irmã ao sair de dentro da mata

Darcianne Diogo
postado em 12/06/2021 12:51 / atualizado em 12/06/2021 18:02
 (crédito: Darcianne Diogo/CB/D.A Press )
(crédito: Darcianne Diogo/CB/D.A Press )

O corpo encontrado na tarde deste sábado (12/6), em um córrego localizado no Sol Nascente, é de fato de Cleonice Marques, 43 anos, sequestrada na madrugada da última quarta-feira. Os irmãos da vítima, que acompanharam as buscas, confirmaram ser o corpo da irmã. "Era ela, era ela", disse, um dos familiares ao sair de dentro da mata.

Neste momento, peritos da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) estão no local. O principal suspeito de cometer o crime é Lázaro Barbosa Sousa, 33, foragido. 

O corpo de Cleonice estava sem roupa, de bruços. Na manhã deste sábado, amigos e familiares saíram em busca da mulher, entrando em diversas chácaras e no matagal. O Correio conversou com Cláudio, um dos vizinhos que encontrou o cadáver junto ao grupo. "Sofreu demais. Ao redor, tinha várias camisinhas, uma barraca que, supostamente, o homem ficou escondido aqui. Foi terrível", disse, emocionado.

Cleonice Marques foi levada de casa na madrugada de quarta-feira, no Incra 9 de Ceilândia Norte. A proprietária de uma floricultura presenciou a morte do marido, Cláudio Vidal, 48, e dos dois filhos do casal, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15.

Buscas pela empresária duraram mais de 72 horas
Buscas pela empresária duraram mais de 72 horas (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press )

Por volta de 12h, vizinhos e familiares encontraram o corpo de uma mulher no córrego, nu e de bruços. Ivan Rodrigues, 60, um dos irmãos de Cleonice, acompanhou o trabalho e viu o cadáver. "Era minha irmã. Ela estava com um hematoma na parte de trás da perna direita e com pouco cabelo. Eu não sei o que esse homem fez com ela, mas foi muita maldade", afirmou, emocionado.

A esperança, segundo Ivan, era de encontrar Cleonice ainda viva. "Minha irmã era uma pessoa muito amada, trabalhadora, guerreira, que dava a vida pela família. É uma tristeza termos que enterrá-la dessa forma", disse.


  • Polícia investiga triplo homicídio em Ceilândia
    Polícia investiga triplo homicídio em Ceilândia Foto: Darcianne Diogo/D.A Press
  • local corpo mulher sol nascente
    local corpo mulher sol nascente Foto: Darcianne Diogo/CB/D.A Press
  • Buscas mobilizaram forças de segurança
    Buscas mobilizaram forças de segurança Foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press
  • Momento em que corpo é colocado no carro do IML
    Momento em que corpo é colocado no carro do IML Foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press
  • Buscas pela empresária duraram mais de 72 horas
    Buscas pela empresária duraram mais de 72 horas Foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press
  • Instituto de Medicina Legal (IML)
    Instituto de Medicina Legal (IML) Foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press
  • Corpo de Cleonice foi encontrado em córrego
    Corpo de Cleonice foi encontrado em córrego Foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE