Crime

Acusado de matar homem a facadas é condenado a 18 anos de prisão

Vítima foi morta em 2018, em Brazlândia, próximo a estação da Caesb. Em julgamento desta terça-feira, Tribunal do Júri condenou acusado a regime fechado e sem direito a recorrer em liberdade

Edis Henrique Peres
postado em 09/07/2021 00:16 / atualizado em 09/07/2021 00:16

A Justiça condenou o acusado Felipe Gustavo Ferreira de Sousa por matar Bartolomeu Rodrigues Ramos, em novembro de 2018, com diversas facadas. O julgamento aconteceu nesta terça-feira (6/7) e estabeleceu a pena de Felipe em 18 anos e oito meses de prisão, em regime fechado.

O crime foi cometido por Felipe com a ajuda de um comparsa. Na ocasião ele efetuou diversos golpes contra o lanterneiro Bartolomeu, em uma via pública de Brazlândia. O corpo foi encontrado por um vigilante noturno, com a cabeça praticamente decapitada, em uma área próxima a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb).

A denúncia feita pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) aponta que a motivação do crime foi torpe e praticada com brutalidade fora do comum. Na análise do MPDFT a quantidade de golpes, e em várias regiões do corpo da vítima, causou um sofrimento intenso e desnecessário.

Felipe foi condenado por homicídio triplamente qualificado e não tem direito de recorrer em liberdade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE