CRIME

Vídeo: homens são presos por forjar sequestro e extorquir família

Imagens obtidas pelo Correio mostram o falso cativeiro e falsas agressões. Polícia prendeu dois homens que tentaram receber R$ 2 mil de resgate

Darcianne Diogo
Luana Patriolino
postado em 10/07/2021 00:25 / atualizado em 10/07/2021 16:52
 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

Dois homens foram presos, pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por forjar um sequestro para extorquir uma família. Por meio de uma investigação da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), os criminosos foram encontrados em uma invasão no final da Asa Norte. Este local também servia de cenário para a produção de vídeos dos supostos sequestros.

“A 2ª DP prendeu em flagrante dois homens que estavam simulando um sequestro. Eles chegaram a fazer um vídeo simulando agressões com o emprego de faca. Pediam para a família o valor de um resgate de aproximadamente R$ 2 mil”, conta o delegado-chefe da unidade policial, João Guilherme Medeiros Carvalho.

Nas imagens obtidas pelo Correio, um dos homens agride outro com socos e pontapés. Ele está portando uma faca. Segundo a polícia, trata-se de um parente da vítima de extorsão e o comparsa que ajudou na farsa.

A Polícia Civil conseguiu identificar o crime por meio de diligências no local onde foram feitas as filmagens. Na ação, foi constatado que se tratava de um falso sequestro. “As partes envolvidas confessaram na delegacia e vão responder pelo crime de extorsão majorada. A pena pode chegar a 15 anos de prisão”, afirma o delegado.

O local já era conhecido por causar outros problemas. “É ponto de tráfico de drogas, ponto de receptação de produtos roubados e furtados, além do intenso uso de drogas”, ressalta o delegado João Guilherme.

O que diz a lei 

O crime de extorsão está previsto no artigo 158 do Código Penal. “O crime de extorsão consiste em constranger alguém mediante violência ou grave ameaça, com a intenção de obter para si ou para outra pessoa vantagem econômica”, explica o advogado Karlos Gad Gomes, especialista em direito penal.

A pena para o delito pode ser maior, caso mais pessoas estejam envolvidas, além de multa. “Se for cometido por duas ou mais pessoas a pena pode aumentar até a metade”, destaca Gomes.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE