Pandemia

Tem 12 anos ou mais? Saiba onde se vacinar contra a covid-19 no DF, nesta terça

DF entra no último grupo etário para imunização contra a covid-19 e fará uma busca ativa por aqueles que ainda não iniciaram o ciclo vacinal. Secretaria de Saúde também ampliou a D3 para público com 80 anos ou mais e antecipou a D2 da AstraZeneca

Cibele Moreira
postado em 28/09/2021 06:00 / atualizado em 28/09/2021 06:00
Secretaria de Saúde disponibiliza 36 postos de vacinação para os adolescentes com 12 anos -  (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Secretaria de Saúde disponibiliza 36 postos de vacinação para os adolescentes com 12 anos - (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

O Distrito Federal inicia nesta terça-feira (28/9) a vacinação dos adolescentes com 12 anos. Serão 36 postos para atender esse público (confira abaixo). De acordo com estimativa da Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), aproximadamente 41 mil pessoas nesta faixa etária devem iniciar o ciclo vacinal contra a covid-19.

Este é o último grupo por idade definido pelo Plano de Imunização do Ministério da Saúde. Com isso, a capital do país cumpre a meta de disponibilizar vacina para toda a população apta a receber o imunizante. A Secretaria de Saúde também ampliou a aplicação da terceira dose (D3), ou dose de reforço, para o público com 80 anos ou mais. A pasta espera vacinar cerca de 40 mil pessoas com a D3.

Em coletiva de imprensa, nesta segunda (27/9), o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero, também anunciou a antecipação da segunda dose da AstraZeneca para aqueles que estão marcados para completar o ciclo vacinal até 8 de outubro. O adiantamento para este grupo passa a valer a partir de quarta-feira (29/9).

O secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, encara o dia de hoje como um marco. “É uma data bastante simbólica porque vamos começar a vacinação dos adolescentes com 12 anos, e a partir daí, nós estamos cumprindo todas as idades na parte de cobertura vacinal. Evidentemente, que ainda falta muito, falta completar a D2 e muita gente para tomar a D1”, pontuou Pafiadache.

“Ainda temos muito trabalho pela frente, de todos que querem colaborar na questão de sensibilização das pessoas que ainda estão reticentes a tomar a vacina”, afirmou. De acordo com ele, agora, após atingir todas as faixas etárias, a pasta iniciará um trabalho de busca ativa para encontrar quem não se vacinou. Há ações sendo preparadas para atuar nas áreas rurais, além de ter pontos volantes em locais de grande circulação de pessoas.

De acordo com Divino Valero, apesar do grande volume de adolescentes que foram aos postos se vacinar nas últimas semanas, a cobertura vacinal ainda está longe da meta de 90%. “É estimado um público de 268 mil, entre 12 e 17 anos. Deste total, nós vacinamos boa parte, em torno de 153 mil. Ou seja, temos aproximadamente uns 100 mil adolescentes que ainda não procuraram os postos de vacinação”, destacou Valero.

“É importante dizer que, com a abertura dos 12 anos, aqueles adolescentes que ainda não tomaram a vacina aproveitem a oportunidade para fazer a sua primeira dose. Por favor, venham aos postos, não tem risco nenhum e é um trabalho de proteção à vida”, ressaltou.

Outro ponto que preocupa os representantes da Saúde é a procura dos idosos para a terceira dose, ou dose de reforço. “Até o momento, o DF vacinou 2.273 idosos com D3, um número considerado baixo. A gente pede a colaboração para que a nossa população venha aos postos. Esse momento para a dose de reforço é importante”, ressaltou Divino Valero. Com a baixa procura do grupo etário com 85 anos ou mais, a pasta ampliou a vacinação de reforço para os idosos com 80 anos ou mais. É preciso ter um intervalo mínimo de seis meses referente à D2.

Em relação à dose de reforço para os profissionais da saúde, anunciada na última sexta-feira pelo Ministério da Saúde, o secretário Pafiadache informou que a pasta está estudando a melhor forma de fazer essa aplicação. Ainda hoje, representantes da secretaria devem se reunir para definir os critérios. No entanto, as doses destinadas para a vacinação desse grupo não foram enviadas pelo governo federal.

No caso dos imunossuprimidos, a Secretaria de Saúde registrou 4.353 agendamentos. Ao todo, foram destinados 12 mil doses para essa parcela da população. A pasta reconhece que muitas pessoas estão relatando dificuldades na hora de agendar no site da pasta. Uma das questões que pode estar ocasionando erro é a diferença da nomenclatura no agendamento para a primeira dose: se a pessoa agendou como comorbidade, precisa alterar o cadastro e apontar que é imunossuprimida. Em caso de dúvida ou dificuldade, o indivíduo pode ir a uma unidade básica de saúde para mais orientações.

Adiantamento

A população que está marcada para completar o ciclo vacinal da AstraZeneca até 8 de outubro poderá antecipar o recebimento da segunda dose a partir de quarta (29/9). A medida foi possível após o recebimento de mais 14.500 doses do imunizante na última sexta-feira. Para receber a vacina antes da data prevista, é necessário ir aos pontos de vacinação com o cartão de vacinação e um documento de identificação com foto. Só serão aceitos aqueles que estão contemplados na data limite definida pela pasta.

Em relação a um novo grupo para a antecipação da Pfizer, o subsecretário de Vigilância à Saúde explica que todos os cronogramas levam em conta as especificações do fabricante. No caso da Pfizer, o intervalo mínimo entre as doses é de oito semanas. De acordo com ele, no DF não há novos grupos que atendam esse requisito de tempo.

 

12 a 17 anos
12 a 17 anos (foto: Secretaria de Saúde)

 

18 anos ou mais
18 anos ou mais (foto: Secretaria de Saúde)

D3 para 80 anos ou mais
D3 para 80 anos ou mais (foto: Secretaria de Saúde)

D2 - CoronaVac
D2 - CoronaVac (foto: Secretaria de Saúde)

D2 - AstraZeneca
D2 - AstraZeneca (foto: Secretaria de Saúde)

D2 - Pfizer
D2 - Pfizer (foto: Secretaria de Saúde)

 

  • 12 a 17 anos
    12 a 17 anos Foto: Secretaria de Saúde
  • 18 anos ou mais
    18 anos ou mais Foto: Secretaria de Saúde
  • D2 - AstraZeneca
    D2 - AstraZeneca Foto: Secretaria de Saúde
  • D2 - CoronaVac
    D2 - CoronaVac Foto: Secretaria de Saúde
  • D2 - Pfizer
    D2 - Pfizer Foto: Secretaria de Saúde
  • D3 para 80 anos ou mais
    D3 para 80 anos ou mais Foto: Secretaria de Saúde
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE