Serviço público

Sem cadastro reserva, Secretaria de Educação sinaliza novo concurso público

Em cerimônia no Palácio do Buriti, governador nomeou 337 professores para o serviço público do Distrito Federal. Secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, diz que a pasta terá outro concurso

Pedro Marra
postado em 16/11/2021 14:55 / atualizado em 16/11/2021 17:47
 (crédito: Renato Alves/Agência Brasília)
(crédito: Renato Alves/Agência Brasília)

Mais de 300 professores aprovados em concurso público da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEE-DF) foram nomeados, na manhã desta terça-feira (16/11), no Palácio do Buriti. Com os novos servidores, a secretaria não possui mais classificados no cadastro reserva, conforme afirmou a secretária da pasta Hélvia Paranaguá. Ela ressalta que, agora, o GDF estuda um novo certame. “Estamos em processo na Economia para abrir um novo edital de concurso público para novos profissionais de educação”, afirma.

O governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), assinou o decreto de nomeação dos novos servidores durante a cerimônia, no Salão Branco. Os 337 selecionados vão trabalhar na Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (Eape), na 907 Sul. Após a assinatura, o chefe do Executivo comentou sobre a necessidade de nomear os concursados do cadastro reserva de outras áreas do serviço público da capital federal.

Hélvia Paranaguá também comentou que a nomeação dos novos servidores vai proporcionar um acréscimo na formação dos profissionais. “Os 337, a partir de hoje, estão em curso de formação continuada para entender como funciona a rede. O que nós queremos é transformá-los em profissionais de excelência, que já tiveram formação inicial e terão formação continuada na Secretaria de Educação”, informou.

Novas nomeações

“Quando chegou para mim o pedido do conselheiro Michel (do TCDF) e do Cláudio Abrantes (deputado distrital), no que diz respeito aos policiais militares, eu disse que tenho que nomear policial, classe médica e tenho que nomear professor. Então, vamos fazer um limpa nesses concursos e nomear todos os professores no Distrito Federal”, lembrou o chefe do Executivo local.

O governador afirmou que nomeou mais de 3 mil servidores desde o começo da sua gestão. “Eu já disse que vamos fechar o nosso mandato tendo sido o governo que mais nomeou servidores públicos da história do Distrito Federal”, garantiu.


Gestão

O secretário de Economia, André Clemente, citou o aumento do orçamento do DF. Segundo ele, o mandato do governador Ibaneis começou com um orçamento de R$ 41 bilhões e, atualmente, está com mais de R$ 47 bilhões.

"Esse governo só consegue fazer essas entregas porque trabalhou a economia. Foram mais de R$ 7 bilhões em três anos que ele cresceu, com operações de crédito e recuperação de empresas. Com isso, a receita cresce e temos mais margem para botar pessoal. Estamos recompondo as forças de trabalho que estavam tão deficitárias. Educação é prioridade no nosso governo", detalha Clemente.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE